Frei Jaime: que bom poder acordar e sentir uma vontade enorme de agradecer pela vida - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião 21/02/2020 | 06h15Atualizada em 21/02/2020 | 06h15

Frei Jaime: que bom poder acordar e sentir uma vontade enorme de agradecer pela vida

A vida é feita de autonomia, de autenticidade e, também, de peculiaridades

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Que bom poder acordar e sentir uma vontade enorme de agradecer pela vida, pela família, pela saúde, peos amigos... Ouvir o coração é um privilégio reservado àqueles que não se deixam mover pela ansiedade e pela superficialidade... Viver é um ato realmente intenso! Feliz sexta-feira! 

"Nossa sorte é que não somos feitos do que os outros pensam." 

A vida é feita de autonomia, de autenticidade e, também, de peculiaridades. Porém, é praticamente comum passar os dias buscando o aval dos outros. Não são poucos os que se desvalorizam, unicamente por prestar atenção somente naquilo que os demais estão dizendo. Quando a opinião dos outros é mais importante do que a própria existência, surgem desafetos que impactam na serenidade e na personalidade. Ainda bem que ninguém é feito somente daquilo que os outros pensam. A integridade do ato de existir pode até emprestar um ouvido às opiniões alheias. Porém, no final de cada dia ou de cada momento, é necessário recompor a envergadura e fazer as pazes consigo mesmo. Até pouco tempo atrás, as palavras não tinham tanta velocidade. Hoje, com a diversificação dos meios, tudo é instantâneo, inclusive as inverdades.

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime? Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

A falta de um olhar crítico ou de prudência faz com que todos se tornem donos da verdade. Qualquer pessoa, de um dia para o outro, pode se apresentar como  uma ‘fonte segura’ de informações, que nem sempre estão lado a lado com a verdade. É fácil deduzir que não está ao alcance de ninguém impedir que os outros falem até o que não é ético. Cada vez mais as pessoas transformam em verdade o que pensam ou o que ouviram alguém dizer, independentemente de ter procedência fidedigna. Então, diante da incapacidade de controlar o que se sucede na exterioridade é interessante e necessário fortalecer a própria interioridade, gerando convicções a partir da autoimagem. 

Os outros podem ajudar, mas a síntese é a própria pessoa quem deve construir. Escutar-se é um exercício significativo, pois gera autenticidade. É difícil alcançar a felicidade se a autoestima anda alcançando níveis excessivamente baixos. Escutar o que os outros têm a dizer é importante, mas ninguém deveria se abalar, ao ponto de esquecer a própria identidade. Viver e conviver equilibradamente são fundamentais para plenificar o dom da existência. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Jovem de Bento Gonçalves é selecionado para participar de programa de trainee na Disney
Carreta pega fogo na RS-453, em Caxias do Sul
"Para nós ainda é um mistério", diz irmã de motorista morto em acidente envolvendo um ônibus em Caxias do Sul


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros