Conheça o primeiro consultório da Serra voltado a problemas dermatológicos de cães e gatos - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pets14/02/2020 | 15h44Atualizada em 14/02/2020 | 15h52

Conheça o primeiro consultório da Serra voltado a problemas dermatológicos de cães e gatos

Dermalove funciona em Caxias desde janeiro 

Conheça o primeiro consultório da Serra voltado a problemas dermatológicos de cães e gatos Antonio Valiente/Agencia RBS
Ouvidos estão entre as partes dos cachorros que mais apresentam disfunções dermatológicas Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Se você tem pet em casa, certamente já notou seu bichinho se coçando incessantemente ou com algum machucado na pele. Conforme a veterinária Mônica Cabral Cardoso, problemas dermatológicos estão entre as principais causas que levam os donos de animais a buscarem ajuda veterinária. Essa demanda foi uma das motivações para ela e para o companheiro administrador, Ramon Emílio Munhoz, criarem a Dermalove, primeiro consultório da Serra dedicado exclusivamente à dermatologia de cães e gatos.

– Quando fiz meu estágio final, em Pelotas, vi que a rotina dermatológica era gigante. Dos 300 atendimentos que acompanhei, 220 foram dermatológicos. Ali senti que realmente o mercado tinha uma demanda grande – conta a veterinária, sobre uma realidade de 12 anos atrás, mas que ainda permanece ativa.

Mônica é de Camaquã, mas chegou em Caxias logo após se formar. Logo buscou uma especialização na área dermatológica, realizada em São Paulo, e começou a atuar em diferentes clínicas da região. Esse serviço itinerante ainda é oferecido por ela, três dias por semana, quando atende em cidades da Serra e do Vale dos Sinos. Mas desde janeiro, nas segundas, quintas e sábados, as atenções ficam voltadas exclusivamente ao consultório da Dermalove em Caxias, localizado na Rua João Alcino Sturmer, 400, no bairro Colina Sorriso — o contato é via (54) 9 9153-9413. 

 CAXIAS DO SUL, RS , BRASIL (10/02/2020)Caxias tem o primeiro consultório da Serra voltado exclusivamente a problemas dermatológicos de cães e gatos. O espaço é comandado por Mônica Cabral Cardoso e Ramon Emílio Munhoz. (Antonio Valiente/Agência RBS)
Mônica e Ramon comandam a DermaloveFoto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Um dos diferenciais do espaço é a consulta com os principais exames já incluídos. A maior parte deles são realizados dentro do consultório mesmo e o resultado já é comunicado ao tutor do animal ao fim do atendimento.  

– Oferecemos a consulta e, dentro dela, seis exames de triagem dermatológicos, que é um diferencial, já está incluído no valor da consulta. Já faz tudo aqui dentro e já sai tudo na hora – aponta Munhoz.

Conforme Mônica, os exames são essenciais para que o diagnóstico chegue o mais próximo possível da precisão. Para isso, o espaço também investiu na compra de um exame inovador, a otoendoscopia. Trata-se de uma fibra rígida que possui uma câmera full HD por fibra ótica que adentra até o tímpano do pet.

– O ouvido acaba sendo uma região que as pessoas não dão tanta importância. Como ele é em L, ele tem secreção, bactérias, leveduras que fazem com que predisponha as infecções. Se elas não forem tratadas de forma adequada, podem causar surdez, quadros neurológicos. Por isso a importância da otoendoscopia, que é um exame de imagem que vai me dizer se o padrão de otite é alérgico, de doença hormonal, se tem tumor – explica Mônica, sobre o exame que é realizado em poucas cidades do Brasil, e é o principal diferencial da Dermalove atualmente.  

A veterinária explica que as principais doenças dermatológicas que atingem cães e gatos são sarnas, alterações sistêmicas, infecções e doenças alérgicas – que podem ser de três tipos: alergia a picada de pulga, carrapatos e mosquitos (sim, eles também picam os pets); alergias alimentares e dermatite atópica. Uma boa dica para identificar se o seu pet apresenta problemas dermatológicos é prestar atenção nos sintomas mais comuns como lamber muito a patinha, coçar os ouvidos, a boca e olhos constantemente, além de bater as orelhas. Abaixo, confira algumas dicas da veterinária para ajudar a prevenir problemas de pele nos pets. 

:: Cães e gatos não precisam usar perfumes, isso pode sensibilizar o sistema imunológico deles.
:: Gatos não precisam tomar banho com tanta frequência quanto cão. Alguns vivem muito bem sem nunca ter tomado. O banho pode estressar o animal.
:: Para o cão, a frequência do banho varia de acordo com a necessidade de cada um.
: Mantenha uma ração de qualidade.
:: Na alimentação, menos é mais. Quanto menos petiscos e extras melhor.
:: Controle preventivo de ectoparasitas (pulgas, carrapatos) é fundamental.

Leia também
Na folia com estilo: aprenda a fazer uma maquiagem e um penteado prático e rápido para curtir o Carnaval
Voos de parapente e paramotor são opções de lazer para veranistas em Torres
Conheça o som do Férias no Paraíso, novidade da cena musical caxiense
VÍDEO: confira a parceria entre Ricardo Mabilia e o duo Delunar

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros