Caravana de fuscas de Caxias pretende cruzar fronteira com a Argentina ainda neste sábado  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

8 mil quilômetros11/01/2020 | 13h56Atualizada em 11/01/2020 | 13h56

Caravana de fuscas de Caxias pretende cruzar fronteira com a Argentina ainda neste sábado 

Roteiro do grupo, que reúne ainda kombis e outros carros antigos, abrange Argentina, Chile e Bolívia

Caravana de fuscas de Caxias pretende cruzar fronteira com a Argentina ainda neste sábado  Maurício Rossi/Divulgação
Grupo partiu da praça Dante Alighieri, no centro de Caxias, por volta das 4h deste sábado (11) Foto: Maurício Rossi / Divulgação

A turma de amigos caxienses que realizou a expedição Fuscaustral há quase uma década, na virada de 2010 para 2011, entre Caxias do Sul e a Patagônia, partiu cedo para uma nova aventura. Na madrugada deste sábado (11), por volta das 4h, o grupo saiu da Praça Dante Alighieri, no centro de Caxias, dando início a um percurso de quase 8 mil quilômetros. Desta vez, o roteiro abrange Argentina, Chile e Bolívia, além dos trechos no Brasil. Serão 20 dias de jornada.

Enquanto o Fuscaustral reuniu 13 amigos e seis carros, o Fuscatacama, como foi denominada a nova aventura, reúne 26 pessoas e 10 veículos. Além de quatro fuscas,  participam três kombis, uma caminhonete Ford F-100, uma Ford F-1000 e uma Belina. O roteiro prevê passagens por 15 cidades. Sem reservas de hotel, os viajantes irão dormir em campings, hostels, ou pousadas.

Leia mais
Amigos de Caxias do Sul vão percorrer 8 mil quilômetros pela América Latina em carros antigos
Livro que recorda aventura de caxienses será lançado sábado

Próximo das 11h deste sábado, o grupo passava por Santa Maria, na região central do Rio Grande do Sul, em direção a Rosário do Sul, onde pretendiam almoçar, e já tinham a primeira história para contar.

— Está tudo dentro do esperado por enquanto. A estrada está boa, estamos dentro do tempo. Apenas em um fusca acabou a gasolina. Mas ele tinha um galãozinho, conseguiu repor e chegou até o posto de gasolina. Mas um já ficou empenhado por combustível, já (risos). Agora, é almoçar perto de Rosário. Vamos chegar lá por umas 14h, 15h — conta o professor de dança Rudimar Bortolotto, 39 anos.

Dependendo do andamento da viagem, a caravana poderá até cruzar a fronteira com a Argentina ainda neste sábado.

— Depois, vamos chegar para dormir em Uruguaiana, ou atravessar a fronteira (com a Argentina) hoje ainda, se possível — explica Bortolotto.

Além de passar por regiões históricas, monumentos turísticos e belas paisagens, a viagem inclui passeios a cavalo e tour por vinícolas argentinas e chilenas. Quem quiser, pode acompanhar a aventura entre amigos pelo perfil do Instagram @fuscatacama. O grupo pretende tornar a jornada um livro digital. 

Leia também
Viatura da BM tomba durante perseguição a ladrões de carro em Flores da Cunha
Gasolina custa R$ 4,81 o litro em média em Caxias, segundo levantamento da ANP

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros