Garibaldi Vintage celebra história que ainda integra o cotidiano da cidade - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Uma cidade vintage08/11/2019 | 08h00Atualizada em 08/11/2019 | 08h00

Garibaldi Vintage celebra história que ainda integra o cotidiano da cidade

12ª edição do evento aguarda público de 15 mil pessoas nesta sexta-feira (8)

Garibaldi Vintage celebra história que ainda integra o cotidiano da cidade Daniela Radavelli/Divulgação
Evento realizado duas vezes ao ano reúne milhares de pessoas na área central da cidade, em meio ao casario histórico Foto: Daniela Radavelli / Divulgação

Chegou o dia de celebrar o passado no município de Garibaldi. A partir das 18h desta sexta-feira, cerca de 15 mil pessoas são aguardadas para a 12ª edição do Garibaldi Vintage, evento que reúne o melhor da gastronomia e do espumante — produto símbolo da cidade. Desde que foi criado, em 2014, o convite para reviver todo o charme das décadas de 1920 a 1960 vem conquistando cada vez mais adeptos.

A histórica Rua Buarque de Macedo, no Centro, é palco para o evento, realizado duas vezes ao ano. Tanto o cenário encantador quanto as surpreendentes atrações retratam um costume permanente de valorização ao passado. A história do município de 119 anos, além de celebrada, ainda vive no presente e faz parte do cotidiano dos moradores. A seguir, saiba por que Garibaldi é vintage e por que vale a pena participar desta celebração:

:: Um brinde ao espumante

Garibaldi é oficialmente reconhecida como a Capital do Espumante. Não é à toa que a cidade carrega este título. Além de contar com a Rota dos Espumantes — que engloba 18 vinícolas com um fluxo de 186 mil turistas ao ano — foi no pequeno e próspero município que o imigrante italiano Manoel Peterlongo estabeleceu residência e, em 1913, foi responsável pelo primeiro espumante elaborado no Brasil.

O saboroso hábito de beber espumantes vem ganhando cada vez mais espaço na rotina dos brasileiros. Quem comprova são os números da Cooperativa Vinícola Garibaldi, uma das cinco principais fabricantes nacionais da bebida borbulhante. No primeiro semestre de 2019, a venda desse tipo de produto cresceu acima dos 50% no comparativo com o mesmo período do ano anterior.
Cidade registrou a primeira elaboração de espumante no Brasil e produto ganhou destaque na economia municipalFoto: Cassius Fanti / Cooperativa Vinícola Garibaldi/Divulgação

Desde então, o produto movimenta a economia local e se faz presente em confraternizações de muitos lares garibaldenses. No Garibaldi Vintage, a bebida harmoniza com a saborosa gastronomia de estabelecimentos locais que integram rotas turísticas e são frequentados pelos moradores.

:: Paixão por quatro rodas

Com o fortalecimento do comércio no início do século passado, além do sucesso do espumante e de outros negócios que despontavam ao longo das primeiras décadas pós-emancipação, a paixão por carros foi inevitável na cidade, que também passou a contar com unidades das empresas Ford e Chevrolet.

Os modelos que mexiam com o imaginário de crianças e adultos ainda são vistos pelas ruas, principalmente aos finais de semana, quando os colecionadores tiram seus possantes da garagem para passeios ou exposições.

Exposição de carros antigos é uma das atrações do Garibaldi Vintage.
Carros antigos são a grande paixão de muitos garibaldenses que expõem suas relíquias durante o Garibaldi VintageFoto: Cassius Fanti / Divulgação

Alguns exemplares podem ser conferidos no Garibaldi Vintage. O grupo AntiGar - Carros Antigos de Garibaldi, que conta com 35 integrantes, levará cerca de 15 veículos ao evento. Entre eles, clássicos como Galaxie, Opala, Caravan, Dodge, Puma, Corcel e Cadillac. O modelo mais antigo que estará nesta edição é um Ford Model A Tudor de 1928.

:: Arquitetura histórica

A ambientação histórica proporcionada pelos antigos casarões que ladeiam a Rua Buarque de Macedo é um dos pontos altos do Garibaldi Vintage. A iluminação de postes com fiação subterrânea torna ainda mais fiel a proposta de um retorno ao passado.

Rua Buarque de Macedo, em Garibaldi, é palco do Garibaldi Vintage, que tem como cenário os prédios preservados que integram o Centro Municipal Histórico e o Roteiro Passadas.
Centro Municipal Histórico reúne 36 prédios que contam a história dos primeiros anos do municípioFoto: Alexandra Ungaratto / Divulgação

O Centro Histórico Municipal reúne 36 prédios que fazem parte do Roteiro Passadas. As construções localizadas em diferentes pontos da área central contam a história dos imigrantes italianos, franceses, sírios, além de tropeiros mascates e artesãos que se estabeleceram na cidade entre o final do século 19 e início do século 20. O prédio mais antigo data de 1884 e, desde 1985, é sede do Museu e do Arquivo Histórico Municipal.

:: Piccola Garibaldi

Uma das novidades desta edição será a Piccola Garibaldi _ Pequena Garibaldi, traduzida do italiano. A réplica de 50 metros quadrados instalada na Praça Loureiro da Silva, que fica na Buarque de Macedo, demonstra como era a área urbana e rural do município no início do século passado, com miniaturas perfeitas dos prédios históricos.

A estrutura não é novidade para os garibaldenses, uma vez que sua primeira versão foi montada em 1986, no Banco Meridional. Por muitos anos, a Piccola permaneceu no Pavilhão da Fenachamp e, neste ano, ganhou um espaço no centro, com novidades em sua formatação.

Piccola Garibaldi é uma das novidades na 12ª eidção do Garibaldi Vintage. Instalada na Praça Loureiro da Silva, réplica demonstra como a cidade era no início do século XX, incluindo a repordução de prédios que integram o Centro Municipal Histórico.
Réplicas de prédios históricos da cidade podem ser contempladas em instalação na Praça Loureiro da SilvaFoto: Carina de Borba / Divulgação

As réplicas foram confeccionadas por Alzira Montemaggiore Cervelin, Lourenço Cervelin e Inês Montemaggiore (in memoriam). As roupas dos personagens foram confeccionadas por Helena Rosa Balbinot. Os marceneiros que colaboraram foram João Balbinot e José Meneghini. A colocação, estrutura e iluminação ficaram por conta de Nestor Rosa e Celeste Agostini.

SERVIÇO
O quê:
12° Garibaldi Vintage
Quando: Sexta-feira (8), a partir das 18h
Onde: Rua Buarque de Macedo, no centro de Garibaldi
Quanto: Evento ao ar livre com entrada franca
Atrações: Grupo Hora Vaga, Cia Teatral Acto, Quarteto de Jazz da Orquestra Municipal de Garibaldi, Quarteto New Orleans, Lennon Z and The Sickboys, Bibi Blue, Banda Cartas na Rua, Johnny Grace e The Early Beat Band. Estarão presentes 13 restaurantes, oito vinícolas e três cervejarias.

Leia também
Cia Acto, de Garibaldi, apresenta espetáculo dedicado ao bufão


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros