Frei Jaime: saudade é um vazio cheio de tudo - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião02/11/2019 | 05h30Atualizada em 02/11/2019 | 05h30

Frei Jaime: saudade é um vazio cheio de tudo

Sentir saudades é um dom reservado àqueles que não tiveram medo de fazer do amor uma forte experiência de vida

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Amanhece um dia diferente... o silêncio se encontra com a saudade... o amor traz presente uma sentida ausência... É dia de Finados... Os que partiram são lembrados na prece, na chama que ilumina, no olhar que se perde no infinito... Mas a esperança consola: um dia,  no céu, iremos nos encontrar!

"Saudade é um vazio cheio de tudo."

Em determinados dias, os sentimentos são por demais intensos, ao ponto de provocar uma verdadeira ebulição. A razão sempre busca uma explicação, enquanto que o coração se satisfaz com uma simples aquietação. Sentir saudades é um dom reservado àqueles que não tiveram medo de fazer do amor uma forte experiência de vida. Mas um dia será necessário partir. Qual o destino da alma, depois dos dias somados e vivenciados? Se o corpo vai declinando e as forças desaparecem sem fazer nenhum barulho, o que resta da existência física? São tantos questionamentos: perguntas sem respostas, que ocupam a mente e provocam nostalgia.

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

Se o amanhã fosse totalmente conhecido, a vida não teria, talvez, expectativas e a fé deixaria de ser importante. O fato de saber pouco ou nada em relação ao amanhã provoca, ainda mais, o surgimento da fé. Como são belos os dias daqueles que acreditam num amanhã de luz e de paz. A incerteza não machuca, apenas provoca para que a vida continue, sem o mínimo conhecimento em relação ao futuro do ato de existir. Já foi dito muito em relação ao que está reservado para depois da vida física. São considerações de diferentes tonalidades, que aguardam por acolhida. Mas ainda existe muito para ser dito e professado.

A fé não elimina os questionamentos, mas aguarda por uma síntese com o dinamismo da evolução. Acreditar na vida eterna não é anular os questionamentos racionais, mas deixar-se invadir por uma luz capaz de serenar o coração. Como são felizes aqueles que conseguem simplesmente dizer: eu creio que, um dia, haverá o encontro final de tudo e de todos. Todo o encontro vale a pena, mas ter a eternidade como cenário definitivo é muito mais do que a troca de olhares ou o calor de um abraço: é a certeza de algo que durará para sempre. A saudade que não dá trégua é sede de eternidade, é o desejo de descansar nos braços de Deus.

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Receitas Ilustradas #4: aprenda a fazer um cantucci, delicioso biscoito de amêndoas
Golpe que clona aplicativo de conversa continua a fazer vítimas em Caxias do Sul
Confira a programação dos cemitérios da Serra no Dia de Finados

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros