Frei Jaime: os dias são feitos de trocas e de encontros - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião05/11/2019 | 05h30Atualizada em 05/11/2019 | 05h30

Frei Jaime: os dias são feitos de trocas e de encontros

Não são poucas as pessoas que se doam sem medidas

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! a claridade de um novo dia se aproxima e nos convida à retomada das atividades e compromissos... Que este dia seja de muitas realizações... Que a paciência possa conter nossos ânimos e possibilitar ganhos, ao invés de perdas... Vamos que vamos! 

"Perdi as contas de quantas vezes segurei o mundo dos outros e deixei o meu cair." 

A convivência é um exercício que desconhece interrupção. Os dias são feitos de trocas e de encontros com aqueles que também trilham diferentes caminhos em busca da realização. O envolvimento com a situação que se passa com as outras pessoas é praticamente natural. Não são poucas as pessoas que se doam sem medidas, quase colocando em risco a própria identidade. Poder ajudar quem necessita não é uma obrigação, mas um privilégio. Porém, é importante saber os limites e permanecer atento para não avançar o sinal. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

O excesso de ajuda deixa de ser generosidade para tonar-se dependência. É uma atitude sábia segurar o mundo dos outros. Porém, não faz bem deixar o próprio mundo cair pelo simples fato de querer se dedicar aos demais. O segredo reside no equilíbrio: ajudar quem necessita, mas não comprometer a própria história. A bondade deve caminhar paralelamente com a justiça. Não é suficiente ser bom, é preciso ser justo. Fazer tudo pelos outros e nada para si mesmo é incoerência. Como é difícil ajudar quem não se ajuda. É importante ser prestativo e sensível, diante da situação de sofrimento daqueles que carecem do mínimo necessário. 

Porém, a história é testemunha de que só progride quem arregaça as mangas e faz alguma coisa por si mesmo. O mundo dos outros necessita de atenção e de solidariedade. Mas a realidade que cada um carrega dentro de si é merecedora de muito cuidado. Não deixar o mundo cair é uma jeito estratégico de permanecer firme e inteiro para poder dar conta da existência e, ao mesmo tempo, ser solidário com aqueles que passam por situações exigentes. Quem só se doa corre o risco de esvaziar-se. Quem cuida de si próprio e, também, dedica um pouco do seu tempo para auxiliar os demais, é contemplado com a felicidade. Viver é uma arte feita de muitos detalhes e infinitas tonalidades. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!    

Leia também
Nas quadras de Caxias do Sul, empresários buscam alternativas e o esporte não é a única opção de renda
Na Cozinha: você vai se apaixonar por essa maçã assada com farofa de cuca
Pioneiro comemora 71 anos ao teu lado

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros