Frei Jaime: as pessoas, nas suas diferenças, acabam sendo classificadas pelas suas posturas - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião28/11/2019 | 07h00Atualizada em 28/11/2019 | 07h00

Frei Jaime: as pessoas, nas suas diferenças, acabam sendo classificadas pelas suas posturas

O ponto de equilíbrio é o encontro justo e equitativo

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Com serenidade, acolhendo a claridade deste novo dia... esquecendo o sono... De pé para uma nova jornada... Recomeçar é uma oportunidade única... Que esta quinta-feira seja de muitas realizações! 

"O cérebro fica acima do coração, para nos lembrar que a razão vem antes da emoção." 

As pessoas, nas suas diferenças, acabam sendo classificadas pelas suas posturas e atitudes. A grande maioria age quase sempre impulsionada pelo coração. Mas tem também quem não faz nada sem consultar a razão, pois deseja ardentemente acertar a escolha. Razão e emoção não são duas esferas distantes e impedidas de se interligarem. O ponto de equilíbrio é o encontro justo e equitativo entre a afetividade e a racionalidade. Porém, as chances de erro são bem maiores, em determinados casos, quando a emoção toma a frente e deixa a razão em segundo plano. Decisões emocionalizadas não contemplam o todo da situação. 

É importante enxergar com o coração, mas o intelecto é capaz de apresentar ponderações fundamentais, para garantir o melhor resultado. Se os tempos são de muita rapidez e instantaneidade, convém pensar e repensar as opções que surgem dos diferentes fatos e acontecimentos. Cedo ou tarde, todos são visitados pelas crises, que testam os objetivos e validam ou não os resultados. A crise existencial é a mais pertinente, pois desencadeia uma série de perguntas, quase sempre sem sucesso. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

É normal não ter respostas para tudo, mas a vida precisa ser continuada. É importante perceber que, simbolicamente, o cérebro fica acima do coração, numa posição praticamente privilegiada, permitindo a compreensão de que a racionalidade é a responsável pelo clareamento das questões, que circundam e inflam o cotidiano. 

Uma pessoa que pensa e repensa é capaz de adentrar na complexidade para analisar perdas e ganhos, acertos e erros. Encontrar o ponto de equilíbrio é um ideal nem sempre fácil de ser alcançado, mas todo o esforço é recompensado. Cérebro e coração devem estar de mãos dadas para impulsionar decisões assertivas e realizadoras. A felicidade se estabelece quando as emoções são tocadas pela razão. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Polícia Civil de Caxias do Sul não realiza atendimentos nesta quarta e quinta-feira
Município tenta derrubar liminar que autoriza Parada Livre no Centro de Caxias
Na Cozinha: não vai deixar de provar esse pavê com doce de leite e cookies, né?

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros