Frei Jaime: algumas pessoas, uma minoria, se deixam conduzir pela escuridão - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião07/11/2019 | 05h30Atualizada em 07/11/2019 | 05h30

Frei Jaime: algumas pessoas, uma minoria, se deixam conduzir pela escuridão

O ser humano é, por excelência, um ser desejante

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! A claridade chega para nos colocar a caminho, neste novo dia... É hora de espantar o sono e de dar ritmo aos compromissos reservados para esta quinta-feira... Que Deus nos acompanhe em todos os passos e decisões... Feliz quinta-feira! 

"Na adolescência, ficava acordado para assistir o amanhecer. Na maturidade, espero ansiosamente o pôr-do-sol. É sempre o mesmo desejo incurável de luz." (Carpinejar). 

O ser humano é, por excelência, um ser desejante, sempre inquieto, em busca de algo diferente. Mas existe um querer que praticamente acompanha os dias e os anos: o desejo de luz. Em todos os lugares do mundo, as pessoas sentem necessidade de acessar a luz para irradiar os caminhos da vida. Entre o nascente e o poente, os raios luminosos refletem no coração e no semblante daqueles que decidiram não abafar as buscas mais profundas do existir. 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro

O desejo incurável de luz é sinalizador do quanto a vida é saudável e empolgante. Mesmo que a busca por luz seja uma evidência, é necessário registrar que as trevas têm seus seguidores e incentivadores. Em diferentes ambientes, algumas pessoas, ainda bem que é uma minoria, se deixam conduzir pela escuridão, advinda da ausência da ética e da presença da inveja. Corações distantes do amor naturalmente se escurecem e deixam-se conduzir por outras intenções, capazes de induzir à prática do mal. Mas o desejo de luz não se dissipa e nem perde o vigor. Cedo ou tarde, todos se voltam para o nascente e para o poente, acompanhando o harmonioso movimento da luz, que espanta as mazelas da escuridão, para proporcionar um novo resplendor. 

O princípio da vida é a claridade, que acompanha todos os passos existenciais. No entardecer, quando as energias forem convidadas ao recolhimento, o encontro se dará com a luz, num horizonte incapaz de ser explicado, mas possível de ser acolhido. A vida está entrelaçada com a luz. As escolhas até podem tomar outro rumo, mas ninguém tem como princípio gerador de vida a escuridão. Feliz de quem cultiva e dá atenção ao desejo incurável de luz. A vida simplesmente surpreende quando a vivência compartilha a luminosidade do amor. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Nas quadras de Caxias do Sul, empresários buscam alternativas e o esporte não é a única opção de renda
Na Cozinha: você vai se apaixonar por essa maçã assada com farofa de cuca
Pioneiro comemora 71 anos ao teu lado

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros