"É muito gratificante sair da minha casa e ir a outro país para poder realizar uma apresentação", diz guitarrista - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Música22/11/2019 | 08h00Atualizada em 22/11/2019 | 08h00

"É muito gratificante sair da minha casa e ir a outro país para poder realizar uma apresentação", diz guitarrista

O norte-americano Slam Allen é a principal atração desta sexta-feira, dia 22, no 12º Mississippi Delta Blues Festival

"É muito gratificante sair da minha casa e ir a outro país para poder realizar uma apresentação", diz guitarrista Beatriz Gimenes/Divulgação
"Se o público me diz que quer ouvir jazz, vamos tocar jazz. Se as pessoas querem blues, vamos então de blues", diz Allen. Foto: Beatriz Gimenes / Divulgação

Comparações nem sempre favorecem, mas dizem que o norte-americano Slam Allen, a principal atração de sexta-feira, dia 22, no 12º Mississippi Delta Blues Festival, é tão comovente tocando guitarra quanto B.B King, e tem a energia de palco de James Brown.

Leia ainda:
Mississippi Delta Blues Festival se inicia nesta quinta-feira, em Caxias do Sul. Confira o que rola na primeira noite
Confira todas as atrações do MDBF 2019, que começa nesta quinta

Depois dessa apresentação, é importante ainda dizer que Allen foi o guitarrista e cantor de James Cotton, um dos maiores gaitistas da história, por 10 anos. Seus álbuns também têm recebido destaque da mídia especializada. Em 2010, foi nomeado para o Grammy como o melhor cantor de Blues pelo álbum Giant. E, em 2016, foi nomeado ao Blues Music Awards como Best New Artist pelo disco Feel These Blues. Confira a seguir uma breve entrevista concedida por Allen à assessoria do MDBF.

E que tal o Brasil, é sua primeira vez por aqui?
Sim! Eu sempre quis vir para o Brasil, mas nunca tinha tido a oportunidade. Estou achando um lugar lindo. Ainda não conheço muito, porque vim apenas para o festival, mas o que pude ver (e provar) até agora, estou gostando muito. A comida também é deliciosa.

Qual a sua expectativa para o show no festival?
Estou muito empolgado, porque as pessoas gostam muito do blues por aqui. Então, estou esperando muita energia boa.

O que o público pode esperar da tua apresentação?
O que eu gosto de fazer no palco é sentir o que o público quer ouvir e criar uma troca de energia em volta disso. Isso faz com que cada show seja único, sem um setlist prévio. Eu simplesmente estou aberto às possibilidades e posso criar versões diferentes de músicas já tocadas. Se o público me diz que quer ouvir jazz, vamos tocar jazz. Se as pessoas querem blues, vamos então de blues.

Como vê o mercado da música, de um modo geral, atualmente?
As pessoas precisam entender que ser músico é como qualquer outra profissão. Você precisa se dedicar, trabalhar bastante. Então, é preciso que as pessoas apreciem isso. E paguem por isso. É muito gratificante sair da minha casa e ir a outro país para poder realizar uma apresentação. Se estou nesse mercado há 40 anos, foi por causa das pessoas que foram me assistir.

E o blues tem representatividade também fora dos Estados Unidos?
Eu acho que, atualmente, o blues é maior fora dos Estados Unidos, porque as pessoas apreciam muito mais a música por aqui (Brasil), incentivando que existam eventos como esse, que traz gente como eu ou outros músicos, de outros países, só para sentirem a sua música.

AGENDE-SE
O quê:
Segunda noite do Mississippi Delta Blues Festival.
Quando: sexta-feira, dia 22, a partir das 18h.
Onde: Largo da Estação Férrea, em Caxias do Sul.
Quanto: Mojo Card, R$ 165; meia entrada, R$ 150; e inteira: R$ 300.

PONTOS DE VENDAS DE INGRESSOS:
:: Sympla: http://bit.ly/mdbf2019 (cartões de débito/crédito)
:: Mississippi Delta Blues Bar Caxias e RJ (somente em dinheiro, a partir das 13h)
:: Lojas da Spirito Santo Caxias do Sul (cartão e dinheiro, a partir das 10h)

PROGRAMAÇÃO DE SEXTA-FEIRA, DIA 22
Nola Stage
20h – Gringo’s Washboard Band (PR)
22h10 – Big Dez (FRA) & Alamo Leal (RJ)
0h30 – Crossroads Time – Performed by Débora Oliveira (RS)
0h40 – Slam Allen (USA)

Flor de Lis Stage
19h – Gisa Londero & Carta Blanca Blues Band (RS)
21h10 – Gisa Londero & Carta Blanca Blues Band (RS)
23h30 – Zia Leme (USA – PR)
2h10 – Zia Leme (USA – PR)

Creole Moon Stage
19h – Lucian Satan (PR)
21h10 – Lucian Satan (PR)
23h30 – Ale Ravanello Blues Combo (RS)
2h10 – Ale Ravanello Blues Combo (RS)

Folk Stage
19h – Bob Stroger (USA) & The Headcutters (SC)
21h10 – Bob Stroger (USA) & The Headcutters (SC)
23h30 – Albert Jones (UK)
2h10 – Ladies & Tramps (RS)

Mississippi Stage
20h – Rhay’s Soul Project (RS)
21h30 – Mandrak Funk Show (RS)
22h40 – Mandrak Funk Show (RS)
23h50 – Mamma Doo (RS) feat. Big Pete (RJ)
1h10 – Clube do Blues da Serra Gaúcha – Hosted by Big Pete
2h20 – Clube do Blues da Serra Gaúcha – Hosted by Big Pete

Cajun Stage
20h – TNG Duo (RS)
22h15 – TNG Duo (RS)
0h30 – Chris Gill (MS/USA) & THC Kitchen (SC)
2h45 – Chris Gill (MS/USA) & THC Kitchen (SC)

Leia também:
Veja os modelos de copos que estarão disponíveis no MDBF 2019
Saiba mais sobre as opções gastronômicas do MDBF 2019
MDBF 2019 terá concurso de fantasias comandado pela modelo Greice Leite 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros