Espetáculo do Grupo Quarta Parede tem apresentações gratuitas nesta semana, em Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Dança15/10/2019 | 08h00Atualizada em 15/10/2019 | 08h00

Espetáculo do Grupo Quarta Parede tem apresentações gratuitas nesta semana, em Caxias do Sul

"EntreFatias Visíveis" terá sessões nesta terça, quarta e quinta-feira, no Teatro Moinho da Estação

Espetáculo do Grupo Quarta Parede tem apresentações gratuitas nesta semana, em Caxias do Sul Matheus Caregnato Sacchet/Divulgação
Foto: Matheus Caregnato Sacchet / Divulgação

Depois de estrear no Moinho da Cascata, no início deste mês, o espetáculo EntreFatias Visíveis chega ao Teatro Moinho da Estação para três novas apresentações, em Caxias do Sul. Projeto do grupo caxiense Quarta Parede Processos Contemporâneos, que soma quase duas décadas nos palcos, a montagem de dança contemporânea explora diferentes linguagens e ritmos, com trilha sonora executada ao vivo e performances individuais e coletivas dos dançarinos que compõem o elenco. 

Ao propor uma reflexão sobre as diferentes possibilidades de existir na vida social, coreografia e narrativa interagem entre encontros e desencontros. 

Trata-se da materialização da pesquisa Corpo: Comportamento Restaurado e Suas Articulações, que o grupo iniciou em fevereiro. 

– A gente usa a dança contemporânea, mas também a linguagem do teatro, da música, de várias possibilidades estéticas. Isso nos faz articular vários conhecimentos, e a questão do EntreFatias é pelo fato de não nos situarmos num único lugar, tanto no individual quanto no coletivo. Queremos trazer à tona a noção de que estamos sempre em movimento, em trânsito – destaca a diretora cênica, Gislaine Sacchet. 

O elenco conta com Assaury Hiroshi, Cibele Biazus Stedile, David da Cruz da Silva, Deborah Renosto, Igor Cavalcante Medina, Marcos Spadetto, Paula Giusto e Uyara Camargo Rodrigues. A trilha sonora fica por conta de Beto & Suas Máquinas, projeto do multiartista caxiense Beto Scopel, que explora sonoridades captadas ao vivo e as reproduz em looping, interagindo com as coreografias. 

O trabalho ainda conta com a participação do rapper Chiquinho Divilas, que agrega ao contemporâneo os movimentos da periferia, como o passinho do charme. Outro destaque é a participação de “não dançarinos”, pessoas da comunidade que foram convidadas a participar do espetáculo em determinados momentos.

– É um trabalho concebido a partir da performance e que cada um agrega a partir do seu conhecimento, com possibilidades de mudança conforme a integração entre os intérpretes. Desde o começo nós quisemos trabalhar com o que é ficção e o que não é ficção, como um teatro do real. São pessoas que atenderam a um convite aberto que fizemos, além de outras que foram convidadas pelos nossos intérpretes. Transformou-se numa rede aleatória de pessoas que se interessaram em estar conosco em cena – acrescenta a diretora.

O espetáculo conta com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura Municipal de Caxias do Sul, com apoio Cultural da FSG-Centro Universitário e apoio do Grupo UEBA e Moinho da Cascata.

Agende-se
O quê:
espetáculo EntreFatias Visíveis, do grupo Quarta Parede
Quando:
terça, quarta e quinta às 20h
Onde:
Teatro Moinho da Estação, em Caxias do Sul (Rua Coronel Flores, 810, São Pelegrino)
Quanto:
entrada gratuita

Leia também:
Conheça os looks de noiva da grife Carol Potrich 
Cerca de 11 mil livros foram vendidos na Feira do Livro de Bento Gonçalves
Escritor uruguaio Ignacio Martínez visitou Associação Criança Feliz, em Caxias
Veja a lista dos livros mais vendidos na Feira do Livro de Caxias do Sul
 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros