Começa nesta quinta o festival Bonecos Canela - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Programação17/10/2019 | 10h49Atualizada em 17/10/2019 | 10h49

Começa nesta quinta o festival Bonecos Canela

Cidade recebe atrações regionais e internacionais

Começa nesta quinta o festival Bonecos Canela Porthus Junior/Agencia RBS
Personagem Carlão, à direita, é o mestre de cerimônias oficial do evento Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Há um universo que orbita as dependências de Canela, mas que não responde exatamente a limites geográficos, está mais ligado à imaginação. Dentro de galpões, salas de teatro e até garagens da cidade, bonecos dos mais diversos formatos e tamanhos aguardam o ano todo pelo momento de se mostrarem para o mundo, distribuindo e ganhando carinho de um expressivo público. Esse momento especial é agora. Começa nesta quinta (17) na cidade o Festival Bonecos Canela, com apresentações até domingo de atrações locais e internacionais. Cerca de 15 mil pessoas são esperadas em shows gratuitos que ocupam cinco espaços da cidade. 

Chegando a 31ª edição, o Bonecos Canela reforça sua tradição por meio da participação de grupos locais: são quatro de Canela e um de Gramado (que fica do ladinho). É claro que as atrações internacionais do festival são muito esperadas – neste ano, a Serra recebe grupos da Alemanha, da Espanha, da Argentina e do Equador – mas a força dos artistas locais é propulsora para tornar Canela uma das capitais dos bonecos do país. É por meio da atuação inventiva de gente como André Guedes, que comanda por lá a companhia Goliardos, que os bonecos ganham espaço na rotina canelense para além da programação do festival. Há seis anos, ele criou um teatro para facilitar o contato da comunidade com os bonecos.

– Trabalhamos com escolas, levando alunos para ver os bonecos. É uma fomentação para os moradores da cidade se apropriarem dos bonecos como algo seu também. Fora do festival, muitas vezes o público se torna escasso, a comunidade recua, por isso é importante fazer com que todos vejam os bonecos – opina ele, que participará da programação do Bonecos Canela com o espetáculo Eu Sou Marilyn Monroe. 

Outro morador da cidade que ajuda a abastecer o universo de bonecos por lá é Cesar Cliquet. Durante o festival, ele vai mostrar o teatro lambe-lambe, caixas artesanais cheias de magia que podem abrigar desde uma orquestra até o Pequeno Príncipe. 

– O festival traz a oportunidade do encontro – festeja ele, sobre a oportunidade de, mais uma vez, tornar os bonecos parte fundamental da paisagem de Canela.

Outros nomes importantes da cena bonequeira da Serra são o de Nelson Hass e Beth Bado. O casal comanda o gramadense Bonecos da Montanha, com participação essencial no festival. Beth dá vida e voz a Carlão, ninguém menos que o mestre de cerimônias do festival e um dos personagens mais conhecidos da cidade.

– Ele é um argentino que tem certeza que é inglês, é um lorde galanteador – explica ela. 

Já Nelson é um dos bonequeiros mais experientes da região – está na ativa desde 1992. Durante o festival, ele mostrará a apresentação do gaúcho Mario Netes, além de novamente absorver toda energia positiva que circula pelas ruas da cidade por meio dos bonecos.

– Acho que o frio nos distancia, dá uma percepção de isolamento. O festival faz a gente entender que somos úteis, que tudo vale a pena. O desfile é um dos momentos mais emocionantes – diz, citando a parada de bonecos aberta à participação do público que ocorre no sábado, às 14h30min e, no domingo, às 11h.

A criatividade de Beth e Nelson também deu frutos como o Grupo Trotamundos, formado por dois ex-alunos da dupla: Gabriel Orlandi e Igor Foss, de 22 e 23 anos, respectivamente. Eles perpetuam a tradição bonequeira da cidade.

– Num cenário difícil para a arte, os bonecos simbolizam resistência, mantêm uma cultura viva – aponta Orlandi.

 CANELA, RS, BRASIL, 16/10/2019. Bonequeiros de Canela que estarão no 31º Festival de Bonecos. (Porthus Junior/Agência RBS)
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

PROGRAME-SE
:: Nesta quinta:
20h30min, no Multipalco: Extraordinary Voyager, do grupo The Fifth Wheel (Alemanha)
22h30min, no Multipalco: Enderas Masugui: El Viaje de Luisa, do grupo El Alma En Un Hilo (Argentina) 

:: Nesta sexta:
10h, no Multipalco: Bonecos do Só Rindo, do grupo Bonecos da Montanha (Gramado)
14h às 17h, na Praça João Corrêa: Caixas de Lambe Lambe, do grupo Olho Mágico (Canela)
14h, no Multipalco: Conta Gota - Histórias d'Agua, da Companhia KHAOS Cênica (Canoas)
15h30min, no Multipalco: A Flautinha Encantada, do Grupo Quiquiprocó (Caxias do Sul)
20h30min, no Multipalco: Criaturas Particulares, de Roberto White (Espanha)
22h30min, no Multipalco: Cuál Es El Dilema, Shakes?, da Sociedade AnTónima (Equador)
24h, no Espaço Nydia: Eu Sou Marilyn Monroe, do grupo Goliardos (Canela)

:: Neste sábado:
10h, no Largo Benito Urbani: Circo Minimal, da Cia Gente Falante (Porto Alegre)
11h, no Multipalco: A Flautinha Encantada, do Grupo Quiquiprocó (Caxias do Sul)
14h às 17h, na Praça João Corrêa: Caixas de Lambe Lambe, do grupo Olho Mágico (Canela)
14h30min, na Praça da Matriz: Desfile
15h30min, no Largo Benito Urbani: Interferência, do grupo El Alma En Un Hilo (Argentina)
15h30min, no Multipalco: Contos da Floresta, da Fantomania Teatro de Bonecos (São Leopoldo)
16h30min, na Praça João Corrêa: Conta Gota - Histórias d'Agua, da Companhia KHAOS Cênica (Canoas)
17h30min, Praça João Corrêa: O Show Politicamente Correto do Lindomar, do grupo Trotamundos (Canela)
20h30min, no Multipalco: Extraordinary Voyager, do The Fifth Wheel (Alemanha)
22h30min, no Multipalco: Criaturas Particulares, de Roberto White (Espanha)
24h, no Espaço Nydia: AmericanaMente, de Beth Bado (Gramado)

:: Neste domingo:
10h, no Largo Benito Urbani: Circo Minimal, da Cia Gente Falante (Porto Alegre)
10h, no Largo Benito Urbani: Interferência, do grupo El Alma En Un Hilo (Argentina)
11h, na Praça da Matriz: Desfile
12h, no Multipalco: Conta Gota - Históras d'Agua, da Companhia KHAOS Cênica (Canoas)
14h às 17h, na Praça João Corrêa: Caixas de Lambe Lambe, do grupo Olho Mágico e Daiene Cliquet Artes (Canela)
14h30min, no Multipalco: Contos da Floresta, da Fantomania Teatro de Bonecos (São Leopoldo)
16h30min, no Multipalco: Cuál Es El Dilema, Shakes?, da Sociedade AnTónima (Equador)
18h30min, no Multipalco: Enderas Masugui: El Viaje de Luisa, do grupo El Alma En Un Hilo (Argentina)
20h30min, no Multipalco: Extraordinary Voyager, do grupo The Fifth Wheel (Alemanha) 

Leia também:
Receitas Ilustradas #3: aprenda de forma simples e fácil a fazer um delicioso ceviche
Spirito Santo lança coleção The Sun para o verão 2020
Porto-alegrense Saskia mostra seu primeiro disco em Caxias neste sábado  Facetas do feminino através do olhar das artistas Jane Santos, Isadora Gazzi e Zilmara Tonon

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros