"A gente precisa homenagear aqueles que fizeram com que os dias de hoje fossem mais fáceis", diz prefeito de Bento Gonçalves - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Bento - 129 anos11/10/2019 | 17h03Atualizada em 11/10/2019 | 17h09

"A gente precisa homenagear aqueles que fizeram com que os dias de hoje fossem mais fáceis", diz prefeito de Bento Gonçalves

Guilherme Pasin aproveitou a comemoração dos 129 anos de emancipação e abertura de encontro para valorizar agentes culturais da cidade

"A gente precisa homenagear aqueles que fizeram com que os dias de hoje fossem mais fáceis", diz prefeito de Bento Gonçalves José Martim Estefanon / Divulgação/Divulgação
Guilherme Pasin e autoridades na abertura do 2º Encontro Internacional de Prateiros Foto: José Martim Estefanon / Divulgação / Divulgação

Bento Gonçalves celebra nesta sexta-feira (11) 129 anos entendendo que valorizar a Cultura é preservar e imortalizar a história e que investir em ações culturais é também incrementar a economia.

Na abertura do 2º Encontro Internacional de Prateiros, que se realiza até domingo, com atividades na Fundação Casa das Artes, o prefeito Guilherme Pasin tratou de colocar os pingos nos “is”, inclusive enaltecendo agentes culturais da cidade.

— Porque aqui, não apenas enaltecemos um processo cultural, mas também enxergamos a força de homens e mulheres obstinados em manter uma história, em resgatar um ofício — revelou o prefeito ao pedir uma salva de palmas a Raul Sartor Filho, mestre prateiro de Bento Gonçalves e um dos responsáveis pelo Encontro Internacional de Prateiros.

Leia mais
Bento Gonçalves completa 129 anos de emancipação política nesta sexta-feira

Raul é ainda um dos criadores da Escola de Artes Santo Elói, que tem contribuído para resgatar o ofício de parteiro, a partir de Bento Gonçalves.

— Muita gente, até de fora da nossa cidade, vem até esta casa para buscar um ofício, uma especialização, um refino da sua técnica. E é através das mãos de um bento-gonçalvense que buscam aprender. Por isso, tu és um grande orgulho — referendou o prefeito.

Além de Raul, o prefeito Pasin tratou de fazer um acerto histórico na noite de quinta-feira, a Darci Poletto, que desde a década de 1980 lutou para que Bento Gonçalves pudesse ter um espaço para as artes.

— Precisamos homenagear os que são nossos, pratas da casa — disse o prefeito, para usar um trocadilho com o nome do evento, e prosseguiu: — A gente precisa homenagear aqueles que fizeram com que os dias de hoje fossem mais fáceis do que no passado. Falo do Darci Poletto, que desde a década de 1980 esse moço aqui, trabalha para que este prédio pudesse aqui estar, desde uma “insana” ideia, em um município menor ainda do que é hoje. Por causa do senhor, não apenas novos prateiros são ensinados ao ofício, mas jovens e crianças vem aprender desde balé, oficina de música, canto coral. Se hoje podemos ver uma orquestra em nosso município é por causa do senhor. Nós temos danças, culturas típicas e culturas agregadas à nossa. Por causa do senhor podemos respirar e viver cultura — enfatizou.

O prefeito aproveitou o ensejo para referendar que esses aspectos cultuais são um dos alicerces de uma cidade que completa 129 anos de emancipação política, em 11 de outubro de 1890.

Leia também
Grafites são cobertos por tinta verde em Bento Gonçalves
Voluntários distribuem brinquedos para 300 crianças do bairro Santa Tereza, em Caxias
Infâncias tocadas pela música: conheça histórias de quem teve a vida transformada por notas e acordes

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros