Frei Jaime: a vida vai acontecendo como um processo infinito de construção do ser - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião05/09/2019 | 06h00Atualizada em 05/09/2019 | 06h00

Frei Jaime: a vida vai acontecendo como um processo infinito de construção do ser

Diariamente é necessário acrescentar algo à existência e permitir que a existência tenha fluidez

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! O amanhecer é nosso despertador... Que bom poder abrir os olhos e sentir a vida acontecendo... O sono é necessário, pois é restaurador... Mas a maior parte das horas do dia estamos acordados, empenhados, ocupados, em movimento... Viver é muito bom! 

Às vezes é preciso parar, cavar um buraco na realidade e olhar para as suas próprias raízes.” (Z. Magiezi). 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro 

A vida vai acontecendo como um processo infinito de construção do ser. Diariamente é necessário acrescentar algo à existência e permitir que a existência tenha fluidez. O ritmo do mundo tem praticamente impedido aqueles intervalos, que são necessários para equilibrar a vida e oportunizar um pouco de alento e de serenidade. É importante parar e cavar um buraco na realidade e olhar para as próprias raízes, no intuito de não perder de vista o ponto de partida. A velocidade das coisas deixa as pessoas sem tempo e sem paz interior. Não existe um culpado, assim como ninguém pode substituir o que somente você pode fazer. 

A criatividade, quanto à leveza da vida, é uma possibilidade ao alcance de todos. Em algum momento do dia ou de tempos em tempos faz um bem enorme cessar as exigências e cavar um buraco, isto é, abrir um espaço na agenda para sintonizar com as próprias raízes. O encontro com sua essência é uma necessidade para possibilitar à vida a certeza de que tudo vale a pena, mesmo que muitas coisas não deem certo, num primeiro momento. A busca pelas motivações mais profundas alcança originalidade e devolve serenidade, permitindo a superação das fragilidades e a confirmação do respectivo propósito. 

É muito fácil viver de forma superficial, mas os riscos são constantes. As pessoas que desconhecem suas raízes são mais vulneráveis e acabam experimentando muitas frustrações. O ritmo do mundo tende a uma crescente exigência de tempo e de ocupações diversas. 

É uma questão de saúde emocional saber parar e cuidar de si mesmo, tentando desligar-se das cobranças e aceitando que as algumas situações não vão ser modificadas, num curto espaço de tempo. Quem consegue ir ao encontro das suas raízes, naturalmente se caminha para abraçar a humildade do existir. Viver é um ato de profundidade. Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!      

Leia também:
Autor do pedido de impeachment do prefeito de Caxias se desfilia do PSD
Chefe de Gabinete viaja a Florianópolis para acompanhar o prefeito de Caxias do Sul 
Confira quais vereadores votaram a favor e contra à admissibilidade do pedido de impeachment de Daniel Guerra

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros