"Nem tanto à direita, nem tanto à esquerda", diz caxiense que defende o consenso - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Conservadorismo #316/08/2019 | 16h00Atualizada em 16/08/2019 | 16h00

"Nem tanto à direita, nem tanto à esquerda", diz caxiense que defende o consenso

Leandro Daros entende que a Cultura é um dos motores da economia, pensamento alinhado com o do governador Eduardo Leite

"Nem tanto à direita, nem tanto à esquerda", diz caxiense que defende o consenso Antonio Valiente/Agencia RBS
"Em geral, do ponto de vista macroeconômico, a direita funciona mais", argumenta Leandro Daros. Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Eleitor de Amoedo (Novo) e Eduardo Leite (PSDB), Leandro Daros, está alinhado ao que muitos teóricos entendem como um conservador liberal. Defensor de um Estado mínimo, que interfira apenas o necessário, para que o protagonismo seja da iniciativa privada, que é a força motora do desenvolvimento do país.

Leia ainda:
Quem são e o que pensam os caxienses que têm o pensamento mais à direita
"Já converti várias feministas", diz caxiense que é fiel à tríade bolsonarista Deus, pátria e família

— Em geral, do ponto de vista macroeconômico, a direita funciona mais. Tanto que é muito comum que, mesmo em governos de esquerda, o comando da política macroeconômica sempre seja conduzido por pessoas ligadas à direita. Claro que existia toda uma agenda do governo Lula, mais ligada à área social, mas do ponto de vista macroeconômico sempre teve um núcleo duro que tinha mais a ver com a visão da direita — explica.

Daros faz o estilo intelectual da ala conservadora, herança de seu envolvimento com a atividade cultural, que aliás, enxerga como um dos pilares da economia. 

— As pessoas têm de se dar conta que vamos virar escravos se não tivermos produção cultural. Que país teremos? Precisamos lutar por esses mecanismos de incentivos, porque a cultura gera empregos — defende Daros, que se diz alinhado ao pensamento do governador Eduardo Leite (PSDB), que enxerga a cultura como economia criativa, mas opositor ao prefeito Daniel Guerra, que tem cortado investimentos na cultura.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 28-12-2018. Governador eleito Eduardo Leite (PSDB) anuncia novos secretários na Procergs. (OMAR FREITAS/AGÊNCIA RBS)
Leandro Daros deposita esperança em líderes como Eduardo Leite, com um pensamento mais liberal, que pretendem ter um estado mínimo e que enxergam a Cultura como parte da economia do estado.Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

As palavras de ordem, segundo Daros, são conciliação e diálogo, e nesse ponto, acredita que o presidente Bolsonaro fala mais do que deveria e tem agido menos do que precisa.

— Em regra geral, o caminho do meio é o mais proveitoso. Nem tanto à direita, nem tanto à esquerda. Temos de defender políticas sociais criadas ou implementadas pelos governos de esquerda. Por outra lado, há reformas que precisam ser feitas. Temos de defender os organismos como a Ancine (Agência Nacional do Cinema), que foi alvo da verborragia do nosso presidente. É um órgão que se mantém independente, com verbas que são fruto do próprio mercado audiovisual — pondera.

Daros acredita que as pessoas estão de saco cheio dessa polarização entre o que chama de "extrema esquerda" contra a "extrema direita".

— Não tenho a mínima preocupação com partido político, o que me interessa é a agenda deles. Me espanta um partido que tenha na sua plataforma o desejo de implantar o comunismo no Brasil. Mas que comunismo? Acorda, cara! Uma agenda de 1917, o cara tá com o pensamento lá em Lenin (Vladimir Ilyich Ulyanov, revolucionário comunista, político e teórico soviético), e dizem: "o governo vai ser dono de tudo e vai funcionar". Vai que é uma beleza... Tá no direito dele, só me espanta que pensem ainda nisso.

Para finalizar, como um bom roteirista de cinema, Daros resume:

— Se não fosse trágico, seria cômico. Mas, o pior é que é trágico.

Leia também:
Prefeitura de Caxias do Sul publica novas regras para eventos em espaços públicos
Três dias de paz, amor e música: festival de Woodstock se iniciava há 50 anos
Saiba quem já está confirmado no tapete vermelho do Festival de Cinema de Gramado
Dois integrantes do Governo Guerra são reprovados em concurso público de Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros