Frei Jaime: quem é capaz de escutar as profundezas do seu ser descobre maravilhas - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião30/08/2019 | 08h21Atualizada em 30/08/2019 | 08h21

Frei Jaime: quem é capaz de escutar as profundezas do seu ser descobre maravilhas

Ninguém precisa se retirar do mundo. Porém, para ficar bem é muito importante dedicar um tempo para cuidar da alma

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! A sexta-feira chega acompanhada do penúltimo dia do mês de agosto... Assim como o mês, a semana também vai acenando para o seu final... Cansaço e alegria se misturam de forma equilibrada... Temos muito a agradecer... Viver sempre será a melhor parte... Feliz sexta-feira!

"Quando você segue a multidão, você se perde, mas quando você segue sua alma, você perde a multidão."

O mundo é feito de muitos caminhos. A todo instante é necessário fazer escolhas, pois caminhar é inerente ao ser humano. Os outros até podem indicar algumas direções, mas ninguém escolherá acertadamente, a não ser a própria pessoa. A autonomia frente às escolhas é imprescindível. Uma história de vida se faz com a mente e o coração. Saber e amar devem trilhar no mesmo compasso, para garantir a realização.

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro 

Seguir a multidão não é difícil. Tudo conspira para que a individualidade seja negligenciada, fazendo valer somente o que a maioria pensa, usa, fala e consome. Fazer o que todos fazem, não exige aprendizado e nem treinamento. A diferença se dá quando a pessoa segue sua alma e constrói um caminho, que se identifica com a sua personalidade. Quem é capaz de se afastar da multidão e escutar as profundezas do seu ser, descobre as maravilhas que emergem de uma alma sedenta de paz e de harmonia. A multidão tem facilidade de incentivar o consumo e o prazer sensorial. A alma permite o contato com a essência, que garante sentido aos acontecimentos da vida. A grande parte do cansaço que cada pessoa sente advém do ruído e da massificação.

É impossível viver bem estando sempre envolvido com o barulho e a velocidade, que o mundo impõe. Quem segue sua alma, aos poucos, vai perdendo de vista a multidão. Acolher o que vai na alma implica na capacidade de escolher o que dignifica a existência, abrindo mão das diferentes ofertas de um mundo, que nem sempre quer saber se a pessoa está em paz e feliz. Ninguém precisa se retirar do mundo. Porém, para ficar bem é muito importante dedicar um tempo para cuidar da alma. A multidão não rouba a peculiaridade de cada um, quando a alma recebe atenção, cultivo e carinho.

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!

Leia também
Menino com paralisia cerebral precisa de ajuda para comprar alimentação especial em Caxias
Jovem de 21 anos é presa em flagrante por receptação de mercadorias furtadas de caminhão em Caxias
Trecho da Marquês do Herval ganha segunda pista em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros