Frei Jaime: o ser humano vive em meio à agitação, mas o maior anseio é pela calmaria - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião13/08/2019 | 05h30Atualizada em 13/08/2019 | 05h30

Frei Jaime: o ser humano vive em meio à agitação, mas o maior anseio é pela calmaria

É comum ter a agenda lotada e pouco espaço para encaixar um tempo livre, para apenas respirar e pensar sem pressa 

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

 Momentos de paz

Bom Dia! A terça-feira chega dentro do seu ritmo normal... a claridade dissipa a escuridão, um novo dia se faz presente... É hora de recomeçar... Alegria e paz no coração! Vamos lá! 

É totalmente compreensível esta sua exaustão física, mental e emocional. Não pense que é fragilidade. São tempos de exigências exageradas e raros momentos de paz.” (Diego Vinícius). 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

 O ser humano vive em meio à agitação, mas o maior anseio é  pela calmaria. É comum ter a agenda lotada e pouco espaço para encaixar um tempo livre, para apenas respirar e pensar sem pressa. Todos estão conectados o tempo todo. A curiosidade impõe uma busca contínua por novidades. Atualizar-se tecnologicamente virou uma pressão. Como em tudo, há um lado muito bom, que favorece o cultivo de laços afetivos, aproxima os que ficavam muito tempo distantes. 

Em contrapartida, os momentos de lazer, ficar sem fazer nada, estão diminuindo. Não são poucas as pessoas que chegam facilmente a exaustão física, mental e emocional. O crescente consumo de medicamentos controlados é um dos sinalizadores de que a vida não segue os padrões da normalidade. As pessoas não estão mais frágeis, as exigências aumentaram e estão esgotando facilmente as energias. O estabelecimento diário de alguns momentos de paz pode aliviar a tensão e provocar adequadas formulações para os insistentes problemas, que chegam de todos os lados. 

A vida clama por harmonia e por normalidade. As pausas são essenciais para que os pensamentos possam fluir naturalmente. A afetividade se sustenta nas trocas. É impossível viver bem sem um abraço sincero, um olhar de ternura e um sorriso de esperança. que as exigências possam ser administradas e os momentos de paz intensificados. Para não chegar à exaustão é importante rever o ritmo e elencar prioridades. Claro, a paz interior tem tudo a ver com a espiritualidade. O crescimento espiritual pode garantir um jeito mais leve de viver. Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!      

 Leia Também
Prorrogadas inscrições para concurso do Conselho Regional de Odontologia 

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros