Frei Jaime:  o sentido da vida está ligado com o ritmo que cada um imprime diariamente  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião10/08/2019 | 05h31Atualizada em 10/08/2019 | 05h31

Frei Jaime:  o sentido da vida está ligado com o ritmo que cada um imprime diariamente 

Se depender do mundo, todos acabam vivendo em alta velocidade, muitas vezes sem um rumo certo 

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! o sábado chega de forma festiva... o dia dos pais reúne a família, incita muitos abraços, provoca infinitas lembranças... Família não é uma palavra, é uma melodia! Feliz dia dos pais, abençoado dia da família! 

Não precisa ter pressa, o amor não é uma corrida, é um encontro.” 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

 O sentido da vida está intimamente ligado com o ritmo que cada um imprime diariamente. Se depender do mundo, todos acabam vivendo em alta velocidade, muitas vezes sem um rumo certo. É evidente que existe uma pressão externa e uma ‘programação’, que praticamente obriga a internalização da pressa. 

Algumas pessoas, porém, se agitam sem necessidade. Não são poucos os que já não sabem, inclusive, se estão ou não respirando. A conquista da calmaria depende muito da interioridade de cada um. Tudo indica que, nos próximos tempos, os compromissos não serão em menor quantidade. O segredo reside na capacidade de fazer escolhas e de imprimir um verdadeiro compasso nos próprios passos. No campo afetivo, muitos se iludem achando que o amor é uma corrida. 

Quanta gente agitada, praticamente forçando uma experiência amorosa. O amor sempre será um encontro, que dispensa palavras, pois movimenta as emoções. No entanto, o encontro mais significativo se dá no amor próprio. Quem consegue implementar uma consistente experiência amorosa consigo mesmo, está habilitado para partilhar o amor com alguém ou com os outros. A pressa em ser feliz tem atrapalhado as etapas de amadurecimento do amor. Sem contar que, em alguns casos, o próprio amor é tratado como descartável. Quem faz do amor uma corrida e não um encontro, corre o risco de não realizar os seus sonhos. 

Há um pacto entre o amor e o tempo: o momento certo não depende do caso, mas da atenção aos sinais. Que a pressa possa ser administrada e que o amor inspire e proporcione um jeito sempre novo de viver. Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!      

Leia também
Mais peixes são encontrados mortos em represa de Caxias
Atenção, motoristas: obra deixa trânsito bloqueado na Dr. Montaury, em Caxias do Sul

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros