Frei Jaime: maior encantamento da vida reside na oportunidade que cada pessoa tem de construir sua história - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião22/08/2019 | 05h04Atualizada em 22/08/2019 | 05h04

Frei Jaime: maior encantamento da vida reside na oportunidade que cada pessoa tem de construir sua história

São tantos parágrafos e capítulos que compõem o livro da existência de cada um, onde estão versos e reversos, sonoridade e silêncio

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! A quinta-feira chega lentamente... ela não tem pressa de amanhecer... Enquanto clareia o dia, que a luminosidade possa inundar nossa existência... Sejamos capazes de reacender as luzes da esperança e da confiança... Viver é ir diariamente ao encontro da luz! Vamos que vamos!

Não se culpe. Você é seu presente, não o seu passado.”

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

 O maior encantamento da vida reside na oportunidade que cada pessoa tem de construir sua história. São tantos parágrafos e capítulos que compõem o livro da existência de cada um, onde estão versos e reversos, sonoridade e silêncio. Os registros do ontem não podem ser modificados. Como é importante fazer as pazes com o próprio passado e permitir que a vida siga por outros caminhos, construídos pelo aprendizado adquirido.

Não são poucas as pessoas que não se perdoam e tentam desesperadamente esconder algumas páginas da sua trajetória. Para compreender que determinados erros proporcionaram muitas coisas boas é imprescindível manter a serenidade e crescer na maturidade. A dificuldade aumenta quando os outros enxergam somente o seu ontem e pouco se atém ao novo momento de vida que foi edificado. Independentemente do tamanho dos erros, todos merecem uma nova chance. O estigma do passado é provocador de muitas dores. O segredo é não estacionar no que foi deixado para trás.

 As consequências são infalíveis, mas o esforço pode proporcionar um novo momento existencial. É perda de tempo ficar se culpando por situações que não podem ser remediadas. Mesmo sendo impossível esquecer o que se passou, é importante não dar muito peso ao ontem. Certamente, a melhor parte reside no aprendizado, que sempre aponta para o encontro de um outro horizonte. Mesmo tendo na bagagem a história de um passado distante, as pessoas são unicamente o seu presente. É o hoje que define e determina o melhor jeito de viver. 

A humildade pode auxiliar para que a culpa não seja traumática. Poderia ter sido totalmente diferente, mas não tem o que fazer. Viver plenamente o aqui e o agora, para continuar acreditando que nada é em vão. E não é mesmo. Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria!     

Leia também:
Lázaro Ramos faz discurso em defesa da pluralidade do cinema e lembra de Ruth de Souza em Gramado
Agenda: ingressos para o show "Liberta", de Duda Cavalheiro estão à venda em Caxias
Cineasta que participa do Festival de Gramado vai ministrar oficina audiovisual em Caxias neste mês

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros