Ícone do rock gaúcho, Júlio Reny apresenta show solo em Caxias do Sul nesta quinta-feira - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Música10/07/2019 | 16h20Atualizada em 10/07/2019 | 16h21

Ícone do rock gaúcho, Júlio Reny apresenta show solo em Caxias do Sul nesta quinta-feira

Apresentação será no Mississippi Delta Blues Bar, às 22h

Ícone do rock gaúcho, Júlio Reny apresenta show solo em Caxias do Sul nesta quinta-feira Isadora Neumann/Agencia RBS
Registro da apresentação de Reny no Festival Rock Gaúcho, que reuniu grandes nomes no Auditório Araújo Vianna Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS

Júlio Reny guarda uma recordação da sua última passagem por Caxias do Sul, onde se apresentou no mesmo palco ao qual retornará nesta quinta-feira: o do Mississippi Delta Blues Bar. Foi o dia da morte de Michael Jackson, lembrança que denuncia os 10 anos da ocasião, completados no último dia 25 de junho. 

— Lembro que voltei para o hotel após o show e passei o resto da noite assistindo a clipes do Michael Jackson na TV — conta, por telefone. 

O cantor, violonista e compositor sobe a Serra para uma das primeiras apresentações do show, em formato voz e violão, que comemora seus 40 anos de carreira. Desde 1979, Reny é figura marcante na cena roqueira  gaúcha, seja em carreira solo ou com as bandas Cowboys Espirituais, Expresso do Oriente e Os Irish Boys, além de aparições como ator e comunicador de rádio e televisão. Como um denominador comum de uma trajetória bastante diversa, a defesa da cultura alternativa, tão presente quanto sua ligação com a contracultura norte-americana e a poesia maldita. Ao condensar no palco uma carreira de quatro décadas, promete alternar composições próprias com tributo aos colegas cujos caminhos se misturam com o seu:

— Além de tocar músicas minhas de todas as fases, presto um tributo aos três clássicos do rock gaúcho: Garotos da Rua, Wander Wildner e TNT. É uma homenagem que gosto de fazer até para que aquelas pessoas que não conhecem tanto o meu trabalho não ficarem entediadas. 

Sobre a pegada do show, se tende mais para o rock ou mais para o country, Reny brinca com a própria idade:

— É um show de um cara que vai fazer 60 anos: duas músicas mais agitadas e uma mais calminha pra descansar.

Reny também atribui à idade o fato de estar fazendo cada vez menos shows. Por já estar aposentado, tem na música um complemento de renda, além da paixão que move a seguir compondo e subindo aos palcos.

— A aposentadoria me dá o suficiente para comer e alimentar minhas gatas. Mas não posso parar com a música. Há meses em que faço 10 shows, em outros faço penas um, de acordo com o que aparece. É assim a carreira do roqueiro hoje em dia, não é só comigo. Mas hoje só toco em lugares que me recebem bem, que pagam direitinho e que sei que haverá fãs meus na plateia. Me apresento bastante na região metropolitana, em Porto Alegre não tanto. E há três anos não saía dos arredores da Capital. Espero que os fãs de Caxias compareçam — convoca.

Além dos shows solo, Reny divide as atenções com a volta dos Cowboys Espirituais, banda que conta ainda com Marcio Petraco (guitarra), Lúcio Dorfman (teclado), Paulo Arcari (bateria) e King Jim (saxofone). Adianta que um novo álbum com músicas inéditas da banda deve ser lançado no ano que vem. 

Agende-se
O quê
: show de Júlio Reny
Quando: nesta quinta-feira, às 22h
Onde: Mississippi Delta Blues Bar, em Caxias do Sul (Rua Dr. Augusto Pestana, 810)
Quanto: R$ 15

Leia também:
Tributo a Belchior é cancelado em Caxias por baixa procura de ingressos  
Com dois curtas serranos, Festival de Cinema de Gramado anuncia filmes indicados para 47ª edição 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros