Frei Jaime: a vida é feita de encontros - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião28/07/2019 | 05h45Atualizada em 28/07/2019 | 05h45

Frei Jaime: a vida é feita de encontros

Encontrar-se consigo mesmo e com os outros faz parte da trajetória humana e qualidade dos relacionamentos

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Que bom acordar e saber que é domingo... a paz perpassa as profundezas do ser e proporciona leveza e alegria... Eu não saberia viver sem espiritualidade! Sem luz, a vida não alcança a realização... Feliz domingo! 

Você tem Deus? Então, fica tranquilo, você tem tudo!” 

Leia mais
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro  

A vida é feita de encontros. Encontrar-se consigo mesmo e com os outros faz parte da trajetória humana e qualidade dos relacionamentos. Mas existe um encontro que é livre, espontâneo e encantador: o encontro com Deus! Ninguém é obrigado a ter fé, mesmo que tenha recebido a iniciação religiosa. Mas quem escolhe cultivar a espiritualidade, além de viver de forma mais integral, experimenta uma felicidade sem igual. Porém, não basta conhecer Deus através do intelecto, é imprescindível fazer uma profunda experiência com Ele, entrelaçando afeto e familiaridade.

 O ideal da espiritualidade é criar um profundo vínculo de amizade entre a criatura e o Criador. A fé não se sustenta quando a imagem de Deus é de ‘alguém’ duro e castigador. Por muito tempo, as pessoas cultivaram um respeito tão grande, que chegavam ao sentimento de medo de Deus. Os mandamentos continuam tendo a mesma validade, mas é imprescindível sentir-se acolhido por Deus, carregado ao colo, afagado nos diferentes momentos existenciais. Por isso, em tempos de tantas mudanças, chegou o momento de mudar também a relação com Deus. 

A participação na missa, nos cultos e na caminhada de formação cristã não deveria ser uma obrigação, muito menos um peso. A alegria deveria permear a intimidade com Deus, através da escuta da Palavra e da participação na Eucaristia, no caso dos cristãos católicos. Cada religião tem seus momentos de encontro e, também, de observação das orientações e das obrigações como discípulos e seguidores. Mas é no coração que deve ser selado o amor entre o humano e o Senhor. 

Quem tem Deus, sem dúvida, pode ficar tranquilo, pois tem tudo. Mas é preciso coerência quanto à proximidade de Deus: não procura-Lo somente nas necessidades. Deus gosta de nossa companhia e, acima de tudo, de nossa fidelidade amorosa. Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!     

 Leia também
Veranópolis aparece entre as cidades gaúchas com alto risco de transmissão de dengue
Concessão do atual aeroporto de Caxias serviria para criar alternativa ao terminal de Porto Alegre
Segunda fase de concurso público de Garibaldi terá nova operação de blindagem do Ministério Público

o de blindagem do Ministério Público

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros