Conheça segredos para não errar na escolha dos livros para as crianças - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Acerte na leitura26/07/2019 | 16h47Atualizada em 28/07/2019 | 14h18

Conheça segredos para não errar na escolha dos livros para as crianças

Assunto foi tema de oficina do Instituto Quindim, em Caxias do Sul

Conheça segredos para não errar na escolha dos livros para as crianças Luan Zuchi/Agência RBS
Foto: Luan Zuchi / Agência RBS

Aventura ou conto de fada? O Menino Maluquinho ou Peppa Pig? Livros para bebês precisam ser de pano? Existem obras recomendadas para cada faixa etária? Crianças podem ler histórias de monstros e fantasmas? É verdade que, depois de certa idade, é preciso deixar de lado os livros ilustrados? E quem deve escolher, os pais ou os filhos?

São muitas as dúvidas na hora de selecionar os livros infantis. Afinal, basta um rápido olhar pelas estantes de livrarias ou bibliotecas para percebermos que as opções são praticamente intermináveis. Diante de todo esse universo de possibilidades, como acertar na escolha? Como ter certeza de que estamos oferecendo obras de qualidade para os nossos pequenos leitores?

Foi justamente esse o ponto de partida de uma oficina mediada pelo presidente do Instituto de Leitura Quindim, Volnei Canônica, na última quarta-feira (24), em Caxias do Sul, voltada para mamães, papais e educadores. A reportagem do Almanaque participou da atividade e compilou as principais dicas – e também alguns mitos que precisam ser deixados de lado.

— O livro é uma experiência estética e sensorial para a criança. Ele precisa ser manuseado, apropriado, colocado na boca, inclusive ser rasgado pela criança. Precisamos estimular esse contato desde cedo, para que eles desfrutem de todo o potencial dos livros, que são como casulos, pois trazem a possibilidade de transformação — reflete Canônica, que chegou a comandar o Departamento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do extinto Ministério da Cultura (MinC).

E não se esqueça: a leitura não pode ser encarada como uma obrigação, mas sim como um momento lúdico para crianças e adultos. Afinal, um livro de qualidade ajuda no desenvolvimento cognitivo do ser humano, além de estimular os afetos, a criatividade e o respeito às diferenças. Boa leitura!

Dicas para escolher:

Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi


Mitos para esquecer:

Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi
Foto: Luan Zuchi

Leia também:
Projeto de lei pretende criar Galeria de Arte Urbana na Praça das Feiras
The Beatles no Acordeon traz show renovado a Caxias do Sul neste domingo
Henrique Zattera lança seu primeiro álbum com show neste domingo, em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros