Frei Jaime:  a vida segue seu ciclo natural - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Opinião14/06/2019 | 06h19Atualizada em 14/06/2019 | 06h19

Frei Jaime:  a vida segue seu ciclo natural

É impossível impedir ou retardar a passagem dos anos, mas sempre estará ao alcance de todos a possibilidade de sentir-se diferente

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando aos poucos... nada de pressa... correndo ou não, tudo acontece no melhor tempo, no tempo certo... Olhando para trás é até fácil deve perceber que a semana teve um grau relativamente grande de exigência. Ainda bem que tudo deu certo! Vamos lá!

“Um rosto bonito vai envelhecer e um corpo bonito vai mudar, mas uma alma bela sempre será uma alma bela.”

 Leia mais  
Quer ler mais textos do Frei Jaime?
Clique para conferir textos dos colunistas do Pioneiro 

 A vida segue seu ciclo natural. Quem reserva um tempo para apreciar o desenrolar dos fatos, distribuídos nas diferentes etapas, capta a dinâmica da maturidade, que é como um fio condutor que acrescenta serenidade aos olhos e paz ao coração. É impossível impedir ou retardar a passagem dos anos, mas sempre estará ao alcance de todos a possibilidade de sentir-se diferente e inclusive mais tranquilo, quando se trata de solucionar conflitos. Todos mudam e a maturidade faz questão de chegar e se instalar. 

Tem pessoas que envelhecem repentinamente e outras que vão agregando aquela beleza que dispensa contrastes, pois sabe ser simplesmente harmoniosa. O rosto, por estar sempre exposto, é onde os anos parecem se concentrar mais. Por mais belo que seja o corpo, um dia os movimentos serão mais lentos e a musculatura não terá mais toda aquela elasticidade de anos passados. Ninguém perde a beleza, quando aceita que o corpo interaja com o tempo. É bonito envelhecer assim como cada um é, livre daqueles padrões que são verdadeiras prisões. Mas alma está num patamar superior, ela não depende de um visual ou de um formato estético. 

A alma não perde a beleza, quando é cultivada e manifestada através da bondade e da espiritualidade. É interessante perceber a dinâmica que inspira a vivência da alma, que é capaz de manter-se sempre jovial. Cuidar do corpo e dos traços do rosto é uma questão estética, que carrega consigo um valor extraordinário. Mas nada se iguala ao encantamento da alma, que não precisa de aparência, mas de essência. O maior investimento é direcionado ao corpo, que até aceita algumas intervenções. Porém, num determinado momento, será impossível omitir a idade. Então, o que era invisível passa a ser ‘visto’ com mais consistência. 

Sim, chega o momento da alma, que se apresenta como síntese da caminhada empreendida. No final de tudo o corpo será menos importante que a alma. O corpo é finito, a alma não. Logo, os investimentos deveriam ser proporcionais, privilegiando o que não experimentará fim, apenas uma transformação. 

Bênção! Paz&Bem! Santa Alegria! Abraço  

  Leia também
Cobertores e roupas para crianças: confira quais itens ainda são prioridades na Campanha do Agasalho de Caxias
Dia de Santo Antônio, em Bento Gonçalves, tem missa e distribuição do tradicional pãozinho
 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros