Escritor Pippo Pezzini vence o prêmio Vivita Cartier com "Mais Solitário que canceriano longe de casa"  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cultura 01/06/2019 | 12h48

Escritor Pippo Pezzini vence o prêmio Vivita Cartier com "Mais Solitário que canceriano longe de casa" 

Obra foi publicado ano passado e premiado na categoria para obras publicadas no Concurso Anual Literário de Caxias do Sul

Escritor Pippo Pezzini vence o prêmio Vivita Cartier com "Mais Solitário que canceriano longe de casa"  Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

 A obra Mais Solitário que canceriano longe de casa, lançada por Pippo Pezzini no final do ano passado, é  a vencedora do Prêmio Vivita Cartier (melhor obra literária) do 53º Concurso Anual Literário de Caxias do Sul. O resultado foi divulgado na noite desta sexta-feira (31). 

Mais Solitário que Canceriano Longe de Casa reúne um conjunto de crônicas e poemas escritos sem a intenção de virar livro — o que se tornou realidade quando o autor percebeu a recorrência de alguns temas, como nostalgia e solidão. 

 — São coisas que eu fui escrevendo e, quando vi, tinha material para uma obra. A ideia do título veio bem depois, quando percebi que uma linha costurava os textos: todos trabalhavam com um sentimento de deslocamento, de não se sentir em casa. É também um livro de angústias — confessa o autor na época do lançamento.  

Outros oito autores foram premiados nas categorias de contos, crônicas e poesias do Concurso Anual Literário. 

Vencedores
Prêmio Vivita Cartier
Ganhador - Pippo Pezzini, com a obra “Mais Solitário que canceriano longe de casa”

Contos
1º lugar - Pedro Guerra com “Aquela noite que eu já deveria ter esquecido mas continuo escrevendo sobre”; “Carta” e “Maria Rita”;
2º lugar - Juliano César Fantin com Uma flor na varanda”; Gritando Caladas” e “Rimas de Bilinho”;
3º lugar - Bruna Rother com “Lady Bowie”; “Por ventura” e “Á deriva”.

Crônica
1º lugar – Lara Guedes Klinger da Silva com “Dores crônicas”; Gozo de passagem” e Desbloqueio criativo”;
2º lugar – Valéria Rodrigues Pinto com Perfume de festa”; Pré-ocupação” e “Não tenho tempo”;

Poesia
1º lugar – Ronaldo Bueno com “Prece pagã”; “Quem vai ouvir” e “Verbo intransitivo”;
2º lugar – Adriano Gomes da Silva com “Sedecim”; “Desfragmentação, intensidade” e “Claridade, metonímia”;
3º lugar – Eduardo Borile Júnior com “Lacuna”; Epitáfio” e “Cadáver”.

 Leia também
Máscaras faciais podem ser aliadas no cuidado com a peleas épocas mais frias do ano
Veja a programação cultural da Serra gaúcha para este final de semana
Veja o que fazer e onde comer e beber em Nova Petrópolis
Nivaldo Pereira: o mercado da mentira 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros