"Shazam!" diverte e dá frescor aos filmes de super-heróis - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Quer ser grande09/04/2019 | 11h00Atualizada em 09/04/2019 | 11h00

"Shazam!" diverte e dá frescor aos filmes de super-heróis

Novo longa do universo DC entrou em cartaz na última quinta-feira

"Shazam!" diverte e dá frescor aos filmes de super-heróis Warner/Divulgação
Shazam (Zachary Levi) e Freddy Freeman (Jack Dylan Grazer) testam habilidades do herói Foto: Warner / Divulgação

Há quem não suporte mais tantos filmes de super-herói sendo lançados ano a ano. Só em 2019, o número de grandes produções adaptadas dos quadrinhos deve chegar a oito. Mesmo quando há elementos novos na tela, principalmente na questão da representatividade (vide Capitã Marvel e Pantera Negra), essas adaptações podem soar  banalizadas, repetindo fórmulas preestabelecidas. 

Há quem os deprecie, dizendo que só servem para vender camisetas e bonecos cabeçudos. Pode-se pensar que Shazam!, em cartaz desde a última quinta-feira (4), segue essa cartilha. Não está errado, mas calma: descarado em sua finalidade como blockbuster de jornada de herói, o novo longa do universo da DC Comics é uma das produções mais divertidas do subgênero.

Assim como Deadpool, joga com a metalinguagem e referências a outras histórias de super-heróis, às vezes soando como uma paródia, como se não se levasse a sério e dissesse: "Ei, é só um cara usando uma fantasia apertada trocando sopapos por aí, em um cenário de computação gráfica". Porém, diferentemente da produção da Marvel, o humor de Shazam! é mais leve e desprendido.

Dirigido por David F. Sandberg (Annabelle 2 – A Criação do Mal), Shazam! acompanha Billy Batson (Asher Angel), um jovem de 14 anos que vive perambulando por orfanatos e lares adotivos enquanto procura por sua mãe biológica, da qual se perdeu quando era pequeno. Ele é encaminhado para a casa de Victor (Cooper Andrews) e Rosa (Marta Milans), dividindo o teto com outros cinco jovens. Por ter um coração honesto, Billy recebe de um mago (Djimon Hounsou) os poderes para se transformar em Shazam, uma versão adulta e musculosa de si mesmo, interpretada por Zachary Levi (de séries como Chuck e Maravilhosa Sra. Maisel), que já surge vestindo traje de super-herói. 

Flerte com comédia dos anos 1980
Quem fica a par dessa capacidade de transformação de Billy é o seu irmão adotivo Freddy Freeman (Jack Dylan Grazer), um nerdzinho fã de heróis que depende de uma muleta para andar. É como se fosse uma versão em miniatura do personagem Seth Cohen (Adam Brody), da série The O.C. – sem querer dar spoilers, mas essa inspiração se estreita com o desenrolar do filme.

Auxiliado por Freddy, Billy tenta descobrir quais habilidades Shazam possui (superforça, resistência, voo, raios pelas mãos etc.), o que proporciona sequências hilariantes. Há uma ótima química de Asher e Zachary com Grazer. Por ser um adolescente em um corpo de adulto com poderes, Shazam foca mais, em um primeiro momento, em fazer bobagens na busca de fama e em aparecer em selfies. Mas o cenário se complica quando o vilão Dr. Silvana (Mark Strong) passa a persegui-lo para obter seus poderes.

Shazam! tem sido descrito por seus realizadores como o encontro do Super-Homem com a comédia clássica Quero Ser Grande (1988), estrelada por Tom Hanks, em que um jovem se transforma em adulto. Essa definição é bastante precisa e foi levada ao pé da letra: em uma sequência de perseguição, há um aceno ao longa oitentista, quando o herói depara com um piano luminoso no chão de uma loja de brinquedos. 

É assim que funciona o novo longa da DC: um flerte com o vigor das comédias de décadas passadas, reprisadas constantemente nas tardes da TV aberta, que, paradoxalmente, dá frescor aos constantes filmes de super-heróis.

Assista ao trailer: 

Leia também
Agenda: 2º show do Mississippi in Concert ocorre no domingo, em Caxias
Em álbum de estreia, Uiliam Michelon mistura ritmos sulistas com jazz e música clássica
Agenda: Orquestra Sinfônica da UCS apresenta Concerto de Páscoa na quinta, em Caxias
Sororidade é tema de campanha da Pole Modas 
Alok será atração do Festival de Outono, em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros