Conheça Délcio Agliardi, novo patrono da Feira do Livro de Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Literatura30/04/2019 | 10h25Atualizada em 30/04/2019 | 10h26

Conheça Délcio Agliardi, novo patrono da Feira do Livro de Caxias do Sul

Evento ocorre de 27 de setembro a 13 de outubro, na Praça Dante Alighieri

Conheça Délcio Agliardi, novo patrono da Feira do Livro de Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Fala serena, sorriso brando e uma inabalável paixão por poesia. Aos 53 anos, o escritor Délcio Antônio Agliardi teve seu nome anunciado como patrono da 35ª Feira do Livro de Caxias do Sul, após reunião da comissão organizadora na manhã desta segunda-feira (29). Doutor em Letras pela UCS, ele sucede Rejane Rech na tarefa de encabeçar a divulgação da maior festa literária do interior gaúcho.

Leia mais
Délcio Agliardi será o patrono da 35ª Feira do Livro de Caxias

— Ainda não caiu a ficha, mas é um momento de muita alegria e gratidão. Eu gosto da ideia que Guimarães Rosa nos trouxe: o capinar é solitário, mas a colheita é coletiva. A literatura é assim: um trabalho solitário, constante, mas que um dia traz suas recompensas coletivamente. Hoje meu coração está repleto dessa alegria — disse à reportagem momentos depois de ser confirmado patrono.

Apaixonado pelos versos de Drummond, Adélia Prado e Ferreira Gullar, além de admirar mestres locais como José Clemente Pozenato, Marco de Menezes e Eduardo Dall'Alba, Agliardi é autor de três livros: Duetto Poético (2015), A Coruja de Pernas Tortas (2017) e Rotas do Imaginário (2018). O patrono também acumula participações em antologias e premiações literárias.

Para as próximas semanas, uma novidade de peso internacional. Editado pela luso-brasileira Chiado Books, o autor lança em maio A Caixa Dourada, obra infantil que também estará à venda Portugal, Angola e Cabo Verde — trata-se do mais recente capítulo de uma paixão que remonta à infância, quando, no interior de Machadinho, a avó Marcelina encantava o pequeno Délcio com as fabulosas histórias do folclore brasileiro.

— Mesmo muito simples e analfabeta, minha avó era uma excelente contadora de histórias. Foi com ela que eu tive meu primeiro contato com a literatura, em sua forma oral. Os livros vieram mais tarde, na adolescência, quando fui estudar no Seminário Nossa Senhora de Fátima, em Ipê — relembra.

Amiga do livro

Délcio Agliardi não estará sozinho na divulgação da feira: o patrono terá a companhia da poeta pratense Bernardethe Zardo, eleita "amiga do livro". Pós-graduada em Artes, Desenho e Filosofia, Bernardethe tem 73 anos e ocupa a cadeira 31 da Academia Caxiense de Letras. É autora de A Menina do Arco, lançado pela Editora Maneco em 2012, e Poema-Casa, agraciado com o Prêmio Vivita Cartier em 2017.

— Estou extremamente grata pelo convite. É sempre uma alegria ser lembrado por algo que a gente faz com tanto amor, como a literatura. É difícil expressar essa gratidão em palavras — disse à reportagem.

Leia também:
Caxias terá grupo de teatro dedicado a questões LGBT
Agenda: exposição "Aorista" pode ser conferida até domingo, no Centro de Cultura Ordovás
Festival Música de Rua encanta moradores do Euzébio Beltrão de Queiroz neste domingo, em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros