"Imobilhados" retorna à Serra Gaúcha com apresentações gratuitas que circulam pelo interior do Estado - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Teatro06/03/2019 | 08h00Atualizada em 06/03/2019 | 10h10

"Imobilhados" retorna à Serra Gaúcha com apresentações gratuitas que circulam pelo interior do Estado

Espetáculo porto-alegrense será apresentado em Caxias do Sul e Bento Gonçalves, com oficinas inclusas na programação

"Imobilhados" retorna à Serra Gaúcha com apresentações gratuitas que circulam pelo interior do Estado Claudio Etges/Divulgação
Foto: Claudio Etges / Divulgação

Completando dois anos de estrada, com um público aproximado de três mil pessoas ao longo de 30 apresentações, a peça Imobilhados chega à Serra Gaúcha neste final de semana, com agenda em Caxias do Sul e Bento Gonçalves. O espetáculo do grupo porto-alegrense Máscara EnCena, aborda os dilemas, a intimidade e os desafios de convivência entre moradores de um prédio, e ocorre nesta sexta-feira (8), às 20h, no Teatro Municipal Pedro Parenti. No final de semana, os atores seguem para Bento Gonçalves, onde ministrarão uma oficina de corpo-máscara, no sábado e no domingo (9 e 10), encerrando o processo com a peça, no domingo, às 20h, na Fundação Casa das Artes. A circulação pelo interior chega ao público de forma gratuita, por meio de financiamento do edital Pró-Cultura RS FAC (Fundo de Apoio à Cultura). A turnê inclui, ainda, apresentações em Santa Maria e Santa Cruz do Sul nos dias 15 e 17 de março.

Fundado pelo caxiense Fábio Cuelli, o Máscara EnCena é hoje o único grupo gaúcho dedicado exclusivamente ao trabalho com máscaras expressivas. O elenco também é formado pelos atores Alexandre Borin, Camila Vergara e Mariana Rosa. O espetáculo integrou a programação do Caxias em Cena de 2017, três meses após sua estreia, retornando agora com uma bagagem enriquecida pelas apresentações realizadas, seguindo com a temática central: a solidão.

— O Imobilhados fala sobre a solidão contemporânea, sobre pessoas que moram em um mesmo edifício mas vivem sozinhas em seus apartamentos, em uma história que pode ser transposta para outros níveis de diálogo, um reflexo da forma que as pessoas se relacionam hoje em dia — comenta Cuelli a respeito da peça, que tem direção assinada por Liane Venturella, artista que colabora com o grupo desde 2015.

Com uso das máscaras expressivas, em uma estética cinematográfica, a peça se utiliza de uma linguagem que não faz uso da fala, conseguindo, através de uma dramaturgia gestual, ultrapassar a barreira do idioma e abordar temáticas que dialogam com a contemporaneidade.

Representação regional

As tradições da imigração italiana sempre enaltecidas regionalmente contam com representação na peça por meio da personagem João, interpretada por Cuelli, que leva na mudança um acordeon e um bom garrafão de vinho como referências do seu lugar de origem.

Imobilhados circula cidades do interior com apresentações gratuitas.
Foto: Claudio Etges / Divulgação

— João é parte da minha experiência como migrante, onde os acontecimentos em uma nova cidade transbordam em momentos de alegria e nostalgia. Ora ele agarra-se nas raízes culturais, ora aventura-se no desconhecido. Assim somos, João e eu — descreve Cuelli.

Ator, professor de teatro e produtor cultural, Cuelli reside atualmente em Porto Alegre, mas sempre manteve o vínculo com Caxias e desde 2018 tem vindo semanalmente para lecionar no curso profissionalizante de teatro da escola Tem Gente Teatrando. Também participou de vários espetáculos, realizou cursos e produções locais, tendo dedicado 10 anos à Associação Cultural Miseri Coloni.

Reconhecimento

A peça Imobilhados recebeu sete indicações ao Prêmio Açorianos de Teatro (incluindo melhor espetáculo), vencendo em 3 categorias: Melhor Direção, Melhor Produção e Melhor Cenografia. Em 2018, a peça recebeu o Prêmio Braskem de Teatro, na categoria Melhor Direção, e foi indicado em cinco categorias do Prêmio CENYM de Teatro Nacional, sendo premiado por Melhor Cenário e Melhor Execução de Som. Paralelamente, o grupo realiza a Residência Artística "Territórios da Máscara", já na 4ª edição; a Oficina Corpo-Máscara, e também projetos de intervenção urbana e criação de vídeos. Com participação em importantes festivais de teatro como o Festival Internacional de Máscaras do Cariri (FIMC), o espetáculo esteve recentemente em São Paulo, onde circulou através do projeto SESI Viagem Teatral.


CIRCULAÇÃO "IMOBILHADOS" NA SERRA

:: Caxias do Sul
Peça será exibida nesta sexta-feira, 8, às 20h, no Teatro Municipal Pedro Parenti. A entrada é franca, com ingressos disponíveis na bilheteria do teatro a partir das 19h.

:: Bento Gonçalves
Uma oficina gratuita de máscara-corpo será ministrada pelos atores do grupo na Fundação Casa das Artes, no sábado e domingo, 9 e 10, totalizando 12 horas. A atividade é voltada para participantes com alguma experiência em teatro, dança ou circo. Inscrições pelo e-mail contato@mascaraencena.com, ou pelo fone (51) 99519.5589.
A peça será apresentada no mesmo local, no domingo, às 20h, com retirada dos ingressos gratuitos a partir das 19h.

Leia também
Caxias terá sessão comentada do longa "Tinta Bruta"
Agenda: banda Acústicos & Valvulados faz show em Caxias, no dia 23
Espaço cultural é inaugurado nesta semana com proposta diferenciada em Garibaldi




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros