Exposição que retrata o corpo feminino em telas e bordados abre nesta quinta, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Arte14/03/2019 | 10h00Atualizada em 14/03/2019 | 10h00

Exposição que retrata o corpo feminino em telas e bordados abre nesta quinta, em Caxias

Assinada por Sharisy Pezzi, ¿Corpórea¿ fica em cartaz até 15 de abril, no Reffugio Art Café

Exposição que retrata o corpo feminino em telas e bordados abre nesta quinta, em Caxias Sharizy Pezzi/Divulgação
Foto: Sharizy Pezzi / Divulgação

— A gente não está no mundo para ser bonito, mas para fazer o que quiser. Tornar esses corpos mais comuns pela arte ajuda a mudar esse estigma.

A artista caxiense Sharisy Pezzi consegue resumir em poucas palavras a mensagem que pretende passar com a exposição Corpórea, em cartaz a partir desta quinta-feira (14) no Reffugio Art Café. A mostra reúne 10 trabalhos que mesclam desenho a lápis, pintura acrílica e bordado sobre tela.

Com curadoria de Lucas Leite e realização do Núcleo de Arte Unificada (NAU), Corpórea é a segunda exposição solo de Sharisy em sua terra natal — a primeira foi Bordados, em agosto do ano passado, quando a artista explorou as múltiplas faces do universo feminino em cores e pontos experimentais. Dessa vez, os bordados não estão sozinhos: eles ganham a companhia dos traços feitos a lápis e pincel. Em comum, a preocupação com a temática da representatividade:

— Sempre desenhei corpos humanos, principalmente mulheres. Quando passei a buscar imagens de referência, percebi que as mulheres eram retratadas sempre iguais: brancas e de cabelo liso. Então eu comecei a representar corpos que fugissem desse padrão. Foi uma consequência natural — afirma.

Exposição Sharisy Pezzi, que abre nesta semana em Caxias do Sul, aborda o corpo feminino em telas e bordados
Foto: Sharisy Pezzi / Divulgação

Designer de formação e artista profissional há cinco anos, Sharisy encontrou na representação do corpo feminino uma maneira de expressar seu potencial criativo. Sem esquecer, é claro, de arriscar novas linguagens na hora de provocar reflexões. O resultado, conta a artista, já pode ser percebido no retorno do público:

— É incrível como cada pessoa se vê nas obras. Já recebi comentários dizendo "o seio dessa mulher que você desenhou é igual ao meu" ou "eu sempre achei meu seio caído e feio, mas vi no desenho, é igual ao meu e achei bonito". Parece bobo, mas para mim, que também não tenho o corpo dentro do padrão, significa muito. Eu quero ter o direito de me olhar no espelho, ver aquela "pancinha" e achar legal.

PROGRAME-SE
O quê:
abertura da exposição Corpórea, de Sharisy Pezzi.
Quando: nesta quinta (14), às 19h.
Onde: Reffugio Art Café (Rua Tronca, 3485), em Caxias do Sul.
Quanto: entrada gratuita.
Visitação: até 15 de abril; de segunda a sábado, das 15h às 21h.

Leia também:
Reunindo obras de 38 artistas, "Placentária" fica em Caxias do Sul até o dia 29 de março
Pedro Guerra lança livro sobre bullying com espetáculo de teatro em Caxias do Sul
Conheça a coleção Constelação, com joias inspiradas nos signos

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros