Frei Jaime: a zona de conforto é atraente, colorida e instigante - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Opinião11/02/2019 | 07h31Atualizada em 11/02/2019 | 07h31

Frei Jaime: a zona de conforto é atraente, colorida e instigante

Os sentimentos são sempre incontáveis e de uma diversidade inexplicável

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Amanhece um dia muito significativo: Dia Mundial do Enfermo... Dia de N. Senhora de Lourdes, padroeira e protetora dos enfermos. Que a Mãe interceda junto a Deus para que todos tenham a saúde do corpo e da alma... Gratidão aos que cuidam dos enfermos! Que esta semana seja realmente abençoada... 

"Crescer dói. Mudar dói também. Mas nada será mais doloroso do que permanecer na zona de conforto." 

Os sentimentos são sempre incontáveis e de uma diversidade inexplicável. O que cada um sente é único, distinto e inexplicável. É possível até imaginar o que o outro está sentindo, mas jamais alguém sentirá algo com o mesmo formato e igual intensidade. Os sentimentos pertencem às pessoas, que nem sempre sabem explicar ou explicitar. É muito comum e rotineiro ouvir algo parecido com ‘você não sabe o que eu estou sentindo’. Sim, cada um acaba sentindo do seu jeito, expressando de forma peculiar, transformando ou não em segredo existencial. A zona de conforto é atraente, colorida e instigante. 

A acomodação tem muitos apoiadores e até fila de espera. Nem todos aceitam desafiar-se para provocar crescimento, renovação e mudança. Algumas dores são inerentes ao processo de reinvenção. Em determinadas famílias, a geração seguinte não avança; pelo contrário, torna-se um pouco pior, pois não aceita agregar algo novo. Se os meios estão cada vez mais sofisticados, a vida, no mínimo, deveria ser acrescida de melhorias. É natural o medo de enfrentar algum sofrimento, decorrente dos passos dados em direção à mudança. Porém, são dores que passam e que geram satisfação e sensação de vitória. 

Ninguém deveria ter medo de sofrer, pois as mudanças exigem abandonar um estágio para abraçar um novo momento, outro capítulo da história. Quando se trata de crescimento pessoal e grupal, é importante dar menos atenção ao sofrimento e focar mais no resultado final. Determinadas dores simplesmente intensificam o amor à vida, proporcionam alegria e serenidade. Quem escolhe ficar na zona de conforto facilmente prova a decepção e a insatisfação. Viver é crescer, todos os dias, um pouco mais. 

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!  

Leia também
Acidente envolvendo viatura deixa três policiais feridos em Veranópolis
Prefeitura de Caxias anuncia obras de asfaltamento em São Pedro da Terceira Légua
Mutirão une gerações e gera reencontros em ação de limpeza e restauro de Cristóvão, em Caxias 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros