Frei Jaime: vestiu-se de paz - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião03/12/2018 | 05h00Atualizada em 03/12/2018 | 05h00

Frei Jaime: vestiu-se de paz

A busca pela paz sempre impulsionou os passos e movimentou o coração

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Abrindo os olhos para a claridade e para a vida... Nova semana, novo mês... o cansaço se faz mais presente, mas o entusiasmo é sempre especial... Vamos lá! Dezembro é ternura... é espiritualidade, família, amigos... Feliz semana! 

"Vestiu-se de paz e percebeu que essa era a sua roupa mais bonita."

Leia mais
Frei Jaime: situações existenciais
Frei Jaime: a intensidade do tempo

A busca pela paz sempre impulsionou os passos e movimentou o coração. Se o pão cotidiano é uma necessidade, sem paz é praticamente impossível compreender a vida. A grande maioria se ocupa com a questão material, que merece atenção e administração, mas não é a única necessidade humana. É possível viver com pouco, de forma leve, consumindo o necessário e sempre atento à possibilidade de ser solidário. Que a interioridade seja visível através da exterioridade, apresentando o melhor que o coração cultiva. 

Uma das tarefas de cada amanhecer é, a partir da temperatura, escolher a roupa adequada. Para muitos a vestimenta é fundamental, outros sabem conjugar a simplicidade com a elegância. Ninguém deveria perder a espontaneidade por causa do terno ou do vestido, muito menos tornar-se dependente da determinação do universo da moda. O ideal é ser leve e livre, conjugando  espontaneidade e harmonia. Momentos especiais combinam com roupa nova e bonita. Não faz muito tempo que, aos domingos, era importante estar com a roupa mais bela. Esse costume continua válido, pelo simbólico que carrega consigo. Mas todos os dias são especiais e, em alguns momentos, é importante destacar a exterioridade para expandir ainda mais a alegria cultivada na interioridade. 

Para além dos gostos e preferências, há um jeito de vestir-se que combina com todos os ambientes: usar a bela e elegante roupa da paz. Pessoas revestidas de paz são iluminadas, chamam a atenção, não passam desapercebidas. Não importa se é uma camisa ou blusa, jaqueta ou calça, importa estar diariamente vestido com uma peça, confeccionada com o fino tecido da paz. Tem tanta gente revestida de discórdia e mau humor. Que a paz seja sempre a roupa mais bonita. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!     

Leia também
Jerry Smith é mais uma atração confirmada da Festa da Uva 2019
Espetáculo de dança inspirado em "O Rei Leão" será mostrado em Caxias
O escritor Gilmar Marcílio lançou seu livro "A Elegância do Silêncio" em Porto Alegre

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros