Shy Perry estreia no MDBF com seu blues "novo em folha" - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Renovação21/11/2018 | 08h00Atualizada em 21/11/2018 | 08h00

Shy Perry estreia no MDBF com seu blues "novo em folha"

Artista californiana encerra a programação do Magnolia Stage na noite de sexta

Shy Perry estreia no MDBF com seu blues "novo em folha" JM Rock'n Blues/Divulgação
Californiana criada no Mississippi fará um show baseado em seu mais recente álbum, "Brand New Day" Foto: JM Rock'n Blues / Divulgação

Não é exagero dizer que a música corre nas veias de Sharo "Shy" Perry. Pianista, cantora e compositora, a californiana de 42 anos cresceu em um lar musical e herdou o talento musical do pai, Bill "Howl-N-Madd" Perry, seu primeiro incentivador e uma de suas principais influências.

— Tive muita música na minha infância, seja através da música popular da época ou ouvindo meu pai, que sempre foi uma enorme inspiração. Ainda sou influenciada por seu som e estilo e amo suas músicas antigas e novas mais do que nunca. Embora seja inspirada por mulheres como KoKo Taylor e Etta James, também sou uma criança, então amo pessoas como Mary J. Blige, Rihanna e assim por diante. A música é toda relacionada e, de certo modo, volta ao blues no final.

Nesta sexta (23), Shy faz sua estreia no Brasil justamente no MDBF, onde encerra a programação do Magnolia Stage, o palco dedicado exclusivamente às vozes femininas do festival. Ela estará acompanhada de Adrian Flores (bateria), Nico Fami (guitarra), Bruno Marques (guitarra) e Villagram Bello (baixo).

— É extremamente importante reconhecer a contribuição que as mulheres deram ao blues e à música em geral. A gravação do primeiro blues é de mulheres! É um grande sentimento ver mulheres no blues e nossa música ser reconhecida, elogiada e honrada — salienta.

Revelando-se ansiosa com seu debute em terras caxienses, ela adianta que fará um show animado, com repertório baseado em canções de seu recém lançado álbum, Brand New Day:

— São 11 ótimas músicas, que gosto de chamar (o álbum) de "O Grande Neto do Blues", meu blues moderno. Acredito que o blues deve continuar no futuro com novas músicas e novos artistas que representam um brand new day (um dia novo em folha), mas ainda têm sua própria forma de blues e contando uma história. Devemos ser capazes de criar nossa música para não depender da música do passado.

E se os deuses do blues conspirarem a favor, o público poderá conferir uma palhinha do próprio Bill "Howl-N-Madd" Perry no show da filha. Considerado uma das lendas vivas do gênero do Mississippi, o septuagenário é atração no palco principal, o Hopson Stage, no sábado.

— Tenho muito orgulho dele e de representar nossa música para muitos lugares diferentes no mundo. Ele me contou que se alguém tivesse dito, quando ele tinha 20 anos de idade, que ele estaria tocando blues e viajando com sua filha quando ele fosse mais velho, ele não teria acreditado (risos).

Onde e quando
Sharo "Shy" Perry se apresenta: sexta (23) (às 23h20min, no Magnolia Stage).

Leia também
Anitta está confirmada na Festa da Uva de 2019
Músico ministra oficina de maracatu a 195 crianças e jovens atendidos por entidade de Caxias
3por4: Cantora Isadora Pompeo se apresenta em Caxias em dezembro

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros