Prefeitura de Caxias do Sul lança edital do Financiarte com verba quatro vezes menor que a de 2017 - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Cultura21/11/2018 | 10h16Atualizada em 21/11/2018 | 10h19

Prefeitura de Caxias do Sul lança edital do Financiarte com verba quatro vezes menor que a de 2017

Total distribuído para realização de projetos será de R$ 150 mil

Prefeitura de Caxias do Sul lança edital do Financiarte com verba quatro vezes menor que a de 2017 Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Contrariando as expectativas da comunidade cultural caxiense de que não haveria edital do Financiarte em 2018 em Caxias do Sul, a prefeitura publicou nesta quarta-feira, no Diário Oficial, a abertura da seleção para o Financiamento da Arte e Cultura Caxiense. A surpresa também ficou por conta da verba que será destinada aos projetos: R$ 150 mil. As inscrições abrem nesta quinta-feira e podem ser feitas até 21 de dezembro.

O montante é quatro vezes menor do que o repassado em 2017, quando R$ 600 mil foram distribuídos entre 18 projetos. O total representa ainda 7,5% da verba de 2015 e 2016 (R$ 2 milhões). A abertura da seleção de projetos foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial do Município, e as inscrições podem ser feitas de 22 de novembro a 21 de dezembro.

As propostas de pessoas físicas e jurídicas interessadas em receber recursos financeiros para o desenvolvimento dos projetos nas áreas de artes visuais, cinema e vídeo, dança, folclore e artesanato, literatura, música e teatro devem ser entregues junto ao setor de Fomento da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), localizada na Rua Dr. Augusto Pestana, 50. O edital será publicado no site www.caxias.rs.gov.br.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 06/08/2018. Joelmir da Silva Neto, Secretário Municipal da Cultura, fala sobre as mudanças no Financiamento da Arte e Cultura Caxiense, o Financiarte. (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
O secretário Joelmir da Silva Neto diz que "aprimorar não é pagar mais"Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

O secretário municipal da Cultura, Joelmir da Silva Neto, afirma que o edital lançado refere-se a 2018 e que há previsão de lançamento de um novo edital no primeiro semestre de 2019, já com as alterações previstas na lei do Financiarte:

— Como a gente tinha uma ansiedade e também um compromisso de fazer o lançamento ainda neste ano, mesmo não sabendo se teria tempo hábil em virtude dos trâmites da lei, a gente está aí cumprindo com o compromisso. Mas os recursos, como já foi exposto em outras entrevistas para o Pioneiro, serão do orçamento de 2019. É um valor que será somado ao edital que lançaremos em 2019.

O titular da pasta sustenta que o encolhimento da verba em relação aos anos anteriores não representa um retrocesso para a cultura da cidade:

— Aprimorar não é só pagar mais. Nós temos que pensar, enquanto administração pública, que isso é um financiamento, ou seja, um aporte direto em projetos culturais. E a administração precisa ter zelo e seriedade com o recurso do contribuinte. Por isso a gente precisa ter mais transparência, mais clareza e mais preocupação com o retorno de interesse público, dando um peso maior às ações que visam formação. E é importante destacar que na área de fomento a prefeitura destina mais de R$ 3 milhões por ano para a Lei de Incentivo à Cultura (LIC), um recurso que fica à disposição para que os artistas possam fazer seus projetos.

 Leia mais
3por4: vereadores de Caxias aprovaram o projeto de lei que reformula o Financiarte 

A presidente do Conselho Municipal de Política Cultural, Cecília Pozza, diz que a entidade se manifestará sobre o assunto somente após reunião extraordinária, que será convocada ainda nesta quarta-feira e que deve ocorrer na tarde de sexta-feira.

No último dia 14, o prefeito Daniel Guerra sancionou a lei nº 8.343, que propõe alterações no Financiarte. A nova legislação foi sancionada com veto parcial de quatro emendas propostas pela Câmara de Vereadores. Uma delas estabelece um recurso mínimo de 50 mil VRMs (valores de referência municipal), o que corresponde a R$ 1,6 milhão, para o Financiarte. A Câmara pode derrubar o veto parcial às quatro emendas.

HISTÓRICO
Em 2003
R$ 377.338, 59
32 contemplados, 97 inscritos

Em 2004
R$ 427.341,55
37 contemplados, 114 inscritos

Em 2005
R$ 614.468,57
48 contemplados, 149 inscritos

Em 2006
696.030,55
49 contemplados, 143 inscritos

Em 2007
R$ 817.230,31
62 contemplados, 149 inscritos

Em 2008
R$ 895.526,75
60 contemplados, 148 inscritos

Em 2009*
R$ 893.159,13
56 contemplados, 174 inscritos
* Trocou o nome, passou de Fundoprocultura para Financiarte.

Em 2010
R$ 1.164.244,40
63 contemplados, 176 inscritos

Em 2011
R$ 650.304,59
32 contemplados,  99 inscritos

Em 2012
R$ 1.520.001,85
77 contemplados, 158 inscritos

Em 2013
R$ 1.031.224,20
43 contemplados, 107 inscritos

Em 2014
R$ 2 milhões
57 contemplados, 101 inscritos

Em 2015
R$ 2 milhões 
65 contemplados, 137 inscritos

Em 2016
R$ 2 milhões
71 contemplados, 139 inscritos

Em 2017
R$ 600 mil
18 contemplados, 184 inscritos

Leia também
3por4: Projeto de criação da Orquestra de Acordeon gera discussão na Câmara de Caxias
Zé Pretim, que agrega ao blues as raízes da música brasileira, estreia em Caxias do Sul no MDBF 2018
Shy Perry estreia no MDBF com seu blues "novo em folha"

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros