Ciranda do Pensamento debate vinho e poesia nesta terça, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Comportamento27/11/2018 | 09h00Atualizada em 27/11/2018 | 09h00

Ciranda do Pensamento debate vinho e poesia nesta terça, em Caxias

Realizada na Galeria de Arte Gerd Bornheim, atividade terá como painelista o enólogo e poeta caxiense Luís Henrique Zanini

Ciranda do Pensamento debate vinho e poesia nesta terça, em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Elaborado por Zanini, o vinho Era dos Ventos Peverella foi destaque no Guia Descorchados 2018 Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O que acontece quando a paixão pelo saboroso universo dos vinhos se une com a instigante arte de contar histórias em versos e estrofes? Essa é uma das questões que serão debatidas na noite desta terça-feira (27) pelo enólogo e poeta caxiense Luís Henrique Zanini, painelista da última edição do projeto Ciranda do Pensamento de 2018. Sócio fundador da Vallontano, vinícola no Vale dos Vinhedos que abraçou a filosofia de respeito ao solo e clima locais na produção de vinhos e espumantes, Zanini promete uma roda de conversa que resgate a essência festiva da bebida:

— O vinho sempre foi ritualístico, se considerar sua trajetória. Acontece que a gente sofreu um processo de industrialização que o afastou do caráter original de confraternização. Se tornou um produto esnobe. Como produtor, vejo que muitas pessoas têm até medo de tomar vinho. Por isso precisamos resgatar aquele perfil de confraternização entre as pessoas — defende o enólogo.

Com quase 20 anos de dedicação à vinicultura, Zanini levou ao pé da letra a máxima do novelista britânico Robert Louis Stenvenson (1850-1894): "um bom vinho é poesia engarrafada". Em 2007, idealizou a Era dos Ventos, vinícola nos Caminhos de Pedra que produz seis rótulos estampados com poemas de sua autoria. A cada safra, são escritos novos versos que conversam com as características dos produtos.

— As pessoas sempre pedem pra enviar um ficha técnica do vinho. Querem saber em que temperatura servir, com o que a poesia harmoniza... então a poesia vem pra desconstruir tudo isso, pra deixar as pessoas mais próximas desse universo. Acho que acabei criando um vinho mais amigo.

Ciranda

Com encontros mensais de março a novembro, o projeto Ciranda do Pensamento é coordenado desde 2016 pela psicóloga Jaqueline Devenz. As rodas de conversa, realizadas até outubro no Centro de Cultura Ordovás, abordam temas diversos: das mudanças na linguagem falada e escrita (abril) às novas formações familiares (julho):

— Esse ano tivemos uma diversidade maior, tanto de assuntos abordados, quanto de painelistas convidados. Até ano passado o projeto tinha um cunho mais psicológico e filosófico, mas esse ano abriu para outros pontos de vista — destaca Jaqueline.

As atividades do Ciranda do Pensamento serão retomadas em março de 2019, em local ainda não definido.

PROGRAME-SE
O quê:
Ciranda do Pensamento com o enólogo e poeta Luís Henrique Zanini.
Quando: nesta terça (27), às 20h (duração: 60 minutos).
Onde: Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim (Rua Dr. Montaury, 1333), na Casa da Cultura.
Quanto: entrada gratuita.
Informações: pelo telefone (54) 3221-3697.

Leia também:

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros