Boi de matraca, maracatu e outros ritmos irão rolar na 5º Mandinga, do Zingado, nesta sexta em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música30/11/2018 | 09h00Atualizada em 30/11/2018 | 09h00

Boi de matraca, maracatu e outros ritmos irão rolar na 5º Mandinga, do Zingado, nesta sexta em Caxias

Festa no Zarabatana Café terá ainda o som de Beto Scopel e seu trompete e dos DJs do Caburé Dub

Boi de matraca, maracatu e outros ritmos irão rolar na 5º Mandinga, do Zingado, nesta sexta em Caxias Angela Tomiello/Divulgação
Grupo Zingado irá completar 10 anos em 2019 Foto: Angela Tomiello / Divulgação

Às vésperas de completar 10 anos, o Zingado, grupo criado em 2009 por músicos caxienses que compartilham o interesse pelos ritmos e danças afro-brasileiras, antecipa a comemoração com a chegada da quinta Mandinga. A festa será nesta sexta-feira, no Zarabatana Café, com a tradicional apresentação dos zingadeiros seguida por sets do trompetista Beto Scopel e do Caburé Dub (em que o mesmo Scopel ataca de DJ ao lado de Vini Rocha). 

O Zingado retorna a Caxias após levar sua experiência à Virada Cultural de Pelotas, onde apresentou seus bois de matraca, jongos, ijexás e maracatus, entre outras expressões populares do Norte e Nordeste que suas pesquisas transformam em performances. Se Pelotas é uma referência em cultura afro no Estado, Caxias do Sul caminha para se tornar outro polo importante de divulgação dos ritmos ancestrais, com o surgimento de outros grupos como o Baque dos Bugres e o Sucata Sonora.

– Quando o Zingado começou, fazíamos uma música que parecia de outro planeta aqui em Caxias do Sul. Hoje é muito legal ver grupos que sabem dançar os maracatus, que cantam os bois com a gente e têm esse repertório pertencente às suas vidas. O crescimento dessa cultura é um tanto quanto natural pelo processo que as pessoas vêm fazendo de consumir essas manifestações e essas vivências – destaca Cristiane Ferronato, uma das remanescentes do surgimento do Zingado, ao lado de Tina Andrighetti, Marielle Costa e  Maysa Stedile. 

Cristiane também destaca o fato de Caxias ter recebido uma série de eventos com convidados de outros lugares, como os grupos Coco de Zambê (RN), Coco de Iguape (CE) e o Samba de Pareia da Mussuca (SE), que chegaram pelo circuito Sonora Brasil-Sesc. Na próxima quinta, o próprio Zingado será convidado do grupo Coco de Tebei (PE) em apresentação no Teatro Moinho da Estação. 

– Eu não sei se foi coincidência ou não, mas conseguir incluir Caxias do Sul no itinerário do Sonora Brasil, por exemplo, foi muito legal. Incrível ter todos esses cocos rolando por aqui. Também tivemos uma edição do Aldeia Sesc com temática afro, o Carnaval Maracaxias e as troças de Carnaval feitas pelo Zingado nos bairros de Caxias – pontua.

Agende-se
O quê: 5º Mandinga, do grupo Zingado
Quando: sexta-feira, às 21h
Onde: Zarabatana Café Bar (Centro de Cultura Ordovás)
Quanto: entrada gratuita


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros