Show e homenagens marcam encerramento da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

34ª Feira do Livro14/10/2018 | 19h47Atualizada em 14/10/2018 | 20h45

Show e homenagens marcam encerramento da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul

Evento recebeu 250 mil visitantes em 17 dias, na Praça Dante Alighieri

Show e homenagens marcam encerramento da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul Lucas Amorelli/Agencia RBS
Equipe que organizou a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul subiu ao palco para receber aplausos do público Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O show da cantora nativista Tatiéli Bueno, acompanhada do pianista Éder Bergozza, marcou o encerramento da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul, no anoitecer deste domingo. O tempo seco, ainda que com céu nublado, permitiu que uma boa quantidade de visitantes circulasse pelos mais de 40 estandes montados na Praça Dante Alighieri e aproveitasse as últimas promoções. De acordo com a organização, 61.549 livros foram comercializados (44,9 mil exemplares já haviam sido vendidos até a última sexta-feira, segundo a organização).  No ano passado, a comercialização total foi de 57.172 mil obras. Durante a cerimônia de encerramento, foram anunciadas as datas da 35ª edição da Feira, que irá ocorrer no ano que vem: 27 de setembro a 13 de outubro. 

A edição atual teve como um dos grandes atrativos a volta do chafariz, que encantou os visitantes especialmente à noite, quando esteve iluminado. Também se destacou a extensa programação voltada para o público infantil, que compareceu em peso: estima-se que mais de 20 mil crianças tenham passado pela Feira, sendo que o público total foi de 250 mil. Antes da fala final de agradecimento, a patrona da Feira, escritora Rejane Romani Rech, destacou o empenho de toda a equipe e se declarou muito feliz, apesar do cansaço após ter se dedicado de corpo e alma ao evento:

— Vivi tudo isso com uma emoção enorme desde que meu nome foi anunciado, em abril. Desde então me comprometi e me envolvi muito, principalmente com o lado literário da Feira, recebendo os escritores e as escritoras. Houve muitas trocas artísticas, culturais e humanas. Com 61 anos não sou mais nenhuma menininha, mas acho que tinha que ser com essa idade para alcançar um momento tão bonito da minha vida.

Rejane também destaca a prioridade dada ao público infanto-juvenil na programação, com diversas oficinas, espaços para contação de histórias e outras atividades que envolveram as escolas do município.

— Acho que o que destaca essa edição é o foco na programação pensada para as crianças e adolescentes, esses leitores que estão se formando. Também me agradou muito esse layout da Feira, bucólico e poético. O entardecer na praça com as orquestras tocando e o povo apreciando foi muito lindo. Eu só tenho coisas positivas para destacar — elogia a escritora. 

Outras feiras

Outras cidades da região também vivem seus períodos de Feira do Livro. Em Nova Petrópolis, o evento literário também se encerrou no domingo, na Praça das Flores e na Rua Coberta. Em Bento Gonçalves, a Feira segue até o  próximo domingo (21), na Via Del Vino. Flores da Cunha realiza a sua edição a partir da próxima quarta-feira, seguindo até o dia 23, na Praça da Bandeira. Em São Francisco de Paula, o evento ocorre no próximo fim de semana, em estrutura montada às margens do Lago São Bernardo.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros