Frei Jaime: é questão de escolha  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião17/10/2018 | 06h00Atualizada em 17/10/2018 | 06h00

Frei Jaime: é questão de escolha 

O dom da vida traz consigo algo extraordinário: o dom da liberdade

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Entre um pensamento e outro, não tem como adiar: é hora de retomar... um novo dia está à nossa espera... tudo é questão de escolha... então, escolhi viver em paz... ainda bem que ninguém pode nos roubar a paz! Vamos lá! 

"Eu sou um otimista. Não me parece útil ser outra coisa." (Winston Churchill). 

O dom da vida traz consigo algo extraordinário: o dom da liberdade. A normalidade da existência passa pela liberdade, que é ofertada a todos, em todos os tempos. Mas ser livre é também uma questão de escolha. A todo instante, para atingir os objetivos, é necessário confirmar o ponto de chegada. Quando alguém é persistente, as metas não conseguem ficar estáticas num lugar longínquo, inatingível. A liberdade pode levar à realização. Porém, a postura mais adequada para quem quer estar de bem com a vida é o otimismo. Enquanto o pessimista praticamente se afoga nas lamentações, quem decide não entregar os pontos encontra forças inexplicáveis. 

Não é muito útil ser outra coisa, quando os melhores e maiores ganhos estão na atitude otimista. É fácil observar: quem decide ser otimista, percebe que tudo conspira ao seu favor. O mundo, em alguns momentos, parece estar inundado de pessimismo: nada está certo, as previsões são desalentadoras, o amanhã torna-se nebuloso. Para construir-se como alguém capaz de otimismo é imprescindível saber olhar o lado do bom de cada acontecimento, os ganhos embutidos em algumas perdas, o sorriso misturado com as lágrimas. O pessimismo roubas as melhores energias e pode provocar sintomas doentios. Sem contar que uma pessoa pessimista experimenta facilmente a solidão. 

Quem é otimista não desconhece a realidade e nem está alheio às tendências ideológicas. O otimista é capaz de construir soluções que até então pareciam impossíveis. Além disso, o otimista é alegre e agradecido, não está isento de certas dores existenciais, mas é alguém muito próximo do amor. O mundo necessita urgentemente de um oásis de otimismo, para enfrentar e espantar a corrente pessimista que têm multiplicado seguidores. Os otimistas são felizes. 

Bênção. Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço! 

Leia também:
3por4: Lucas Corazza visita Caxias para dividir conhecimentos em confeitaria
3por4: Conheça o som eletrônico do caxiense Seneris
Agenda: 1º Tchê Festival ocorre neste sábado, no Teatro Pedro Parenti

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros