Frei Jaime: algumas portas  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião 25/10/2018 | 06h00Atualizada em 25/10/2018 | 06h00

Frei Jaime: algumas portas 

 Diante de portas que se abrem e se fecham, é imprescindível ter serenidade 

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Entre um pensamento e outro, o desejo de recomeçar vai adquirindo forma... Colocar-se a caminho é uma oportunidade diária... o segredo é encher-se de ânimo para abraçar efetivamente a nova jornada. Onde há disposição, tudo se torna mais fácil... Então, vamos lá! 

“Nem sempre é por falta de sentimento que a gente fecha a porta.” 

Leia mais:
Frei Jaime: um significativo aprendizado 
Frei Jaime: deixar quieto

As escolhas fazem parte da vida. Diante de portas que se abrem e se fecham, é imprescindível ter serenidade para não deixar a impulsividade tomar decisões, que podem comprometer a trajetória. Por outro lado, convém despertar a intuição, que está adormecida em muitos corações. A intuição é aquela luz que brota inesperadamente da interioridade, quando os pensamentos mais insistentes cessam de maquinar saídas, que nem sempre acrescentam. Cada vez mais a vida precisa ser pensada. 

Adiar algumas decisões é colocar em risco a própria felicidade. Por outro lado, a pressa não pode ter a última palavra. Decifrar o momento ideal é um exercício que não deveria conhecer intervalo. A habilidade de equilibrar razão e emoção é determinante, condição para garantir a realização. Abrir portas parece ser mais fácil. A dificuldade aumenta de proporção quando se trata de fechar, uma ou mais portas, porque a racionalidade acenou ser impossível ter por parâmetro unicamente os sentimentos. Agir emocionalmente, sem dialogar com a razão, é colocar-se diante de riscos que podem gerar sérias amarguras. 

Não são poucas as situações onde o sentimento necessita ser deixado de lado, para dar voz e vez à razão. A capacidade de levar em conta os diferentes fatores, calculando todas as implicações, requer maturidade e clareza diante do objetivo a ser alcançado. Não é fácil guardar, por um tempo, alguns sentimentos para agir racionalmente, tomando decisões que só serão compreendidas lá adiante. Fechar a porta, apesar da existência de profundos laços, é dolorido e intrigante. Mas vale a pena, pois o futuro aplaudirá e o coração dirá serenamente que a decisão foi a mais acertada. Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros