Com artistas locais e internacionais, Festival Bonecos Canela segue até este domingo - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Arte de rua19/10/2018 | 14h17Atualizada em 19/10/2018 | 14h17

Com artistas locais e internacionais, Festival Bonecos Canela segue até este domingo

Evento que movimenta a cena bonequeira na Região das Hortênsias comemora a sua 30ª edição

Com artistas locais e internacionais, Festival Bonecos Canela segue até este domingo Felipe Nyland/Agencia RBS
Igor Foss, Gabriel Orlando e o boneco Lindomar Rocha Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Mais do que se tornar uma referência para artistas do Brasil inteiro, ao longo de três décadas o Festival Bonecos Canela, que iniciou na quinta e se encerra neste domingo, criou e sustentou uma cena para a arte bonequeira e marioneteira na cidade. Reflexo disso é uma renovação da programação que se dá cada vez mais com artistas locais ou que saíram de outras cidades para morar em Canela, levar para a cidade da Região das Hortênsias suas companhias teatrais e viver de produzir e ensinar a cultura dos bonecos.

Criadores do tão mal humorado quanto divertido Lindomar Rocha – boneco que apresenta o seu próprio show de bonecos e que gosta de sair pela noite para conversar com as pessoas nos bares de Canela – Gabriel Orlando, 21 anos, e Igor Foss, 22, da Companhia Trotamundos, são exemplos dessa renovação. Artistas forjados nas oficinas e cursos oferecidos por bonequeiros mais experientes, encontraram nos personagens uma forma de expressar aquilo que muitas vezes não se permitem dizer no cotidiano. 

– Entrei nesse ramo sem querer. Sempre gostei de desenhar e quis aprender a fazer esculturas, e num curso que fiz acabei indo parar numa turma de teatro de bonecos. Me apaixonei na hora. Eu era muito tímido e os bonecos eram uma boa forma para eu poder me expressar, porque quem fala é o boneco, não sou eu – comenta.

Entre os bonequeiros mais experientes que migraram para Canela estão André Guedes, diretor da Cia. Goliardo, e o casal Beth Bado, 46, e Nelson Haas, 48, considerados dois dos principais responsáveis pela formação da nova geração. Nelson, inclusive, serviu de inspiração para a criação do personagem Lindomar, de Gabriel e Igor. Frequentador do Festival desde o início dos anos 1990 e morando em Canela desde 2004, Nelson vibra com a semente que ele e a esposa ajudaram a plantar.

 CANELA, RS, BRASIL 18/10/2018Entrevistamos alguns dos protagonistas do Festival de Bonecos de Canela, que este ano chega à 30ª edição neste fim de semana. o casal Nelson Haas e Beth Bado são dois dos bonequeiros que há mais tempo participam do evento.(Felipe Nyland/Agência RBS)
Nelson Haas e o boneco Mario NetsFoto: Felipe Nyland / Agencia RBS

–  Era um sonho ajudar a fazer essa renovação, que dá um orgulho muito grande. É como ver o filho indo pra faculdade indo buscar a vida dele. Quando a gente ensina,  tenta tirar a arte de dentro da pessoa, e não dar uma fórmula pronta. É mais difícil, mas eles estão nessa busca descobrindo como faz, ensaiando, melhorando. É lindo de ver – ressalta. 

Realizado pela primeira vez sem cobrança de ingressos, o público poderá prestigiar, além das atrações locais e regionais, shows com bonequeiros dos Estados Unidos, da Argentina e da Espanha. Toda a programação ocorre em um palco montado na Praça João Corrêa. 

Programação do fim de semana

Sábado
10h - Histórias do Carlão, com Beth Bado Bonecos
11h - Bonecos do Grupo Só Rindo
14h30min - Grande Desfile
15h30min - Aquela dos Velhos, com Grupo Tre Vecchio
16h30min - Grande Show do Lindomar, com Grupo Trotamundos
17h - Mira, com grupo De Pernas Pro Ar
19h - No Toquen Mis Manos, com Valeria Guglietti (ESP)
20h30min - Suspended Animation, com Huber Marionettes (EUA)

Domingo
9h - Aquela dos Velhos, com Grupo Tre Vecchio
11h - Quatro Contos Para Teatro de Bonecos, com Cia. Gente Falante
14h30min - O Pequeno Príncipe, com Cia. Goliardos
16h - Bonecos do Grupo Só Rindo
19h - No Toquen Mis Manos, com Valeria Guglietti (ESP)

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros