33ª Feira do Livro de Bento Gonçalves se inicia nesta quarta-feira - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Literatura09/10/2018 | 06h00Atualizada em 09/10/2018 | 06h39

33ª Feira do Livro de Bento Gonçalves se inicia nesta quarta-feira

Programação segue até o dia 21

33ª Feira do Livro de Bento Gonçalves se inicia nesta quarta-feira Lucas Amorelli/Agencia RBS
Escritor Pedro Guerra é o patrono deste ano da Feira do Livro de Bento Gonçalves Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Neste ano, a 33ª Feira do Livro de Bento Gonçalves quer promover uma reflexão sobre um assunto que vem sendo falado ano após ano, o futuro dos livros. Com o slogan Literatura Conecta, o evento que se inicia nesta quarta (10) na Praça Via Del Vino, trará aos visitantes, além de obras com desconto, apresentações culturais, bate-papos e contações de histórias. Como patrono, a 33ª edição terá o escritor caxiense Pedro Guerra, que foi escolhido por ser um nome bem conectado com o tema, Influência digital para compartilhar a Literatura. 

Desde o início de sua carreira, o também colunista do Pioneiro vem trabalhado com as plataformas digitais como espaços para difundir e aproximar os jovens da leitura. Durante os dias de programação, Guerra participará, também, de bate-papos em cinco escolas da cidade. Sobre o convite para ser patrono, o jovem garante: 

— Eu fiquei mega feliz! A Feira do Livro do Bento é uma das primeiras que participei como autor e eles sempre me apoiaram. Estou super empolgado, mesmo!

Além da figura do patrono, Bento também homenageia um escritor durante a Feira do Livro. Neste ano, o jornalista, fotógrafo, produtor cultural e escritor bento-gonçalvense Fabiano Mazzotti foi o escolhido. Assim como Guerra, diz que ficou honrado com a lembrança. 

— Hoje, depois do susto, estou extremamente feliz e lisonjeado, principalmente por ser "da casa". Achei sensacional o mote deste ano, afinal, desde sempre, a literatura vem conectanto pessoas.

Segundo a organização do evento, até o dia 21, mais de 50 mil pessoas devem passar pelas 12 bancas montadas no centro da cidade.

— A gente trata a feira com muito carinho, por isso estamos com uma expectativa muito boa. A nossa programação está bacana, esperamos que as pessoas participem e prestigiem as atividades. A Feira é uma oportunidade para mostrar que a literatura, apesar de mutável, sempre encontrará meios de chegar até a população — diz o secretário da Cultura de Bento e presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares.

Confira todas as atividades da 33ª Feira do Livro de Bento Gonçalves no link: https://bit.ly/2zXLYIj.

DICA DE LEITURA

Pedro Guerra:
A Louca da Casa, de Rosa Montero: esse livro é o meu favorito porque ele é meio uma autobiografia da autora e revela um pouco de como é a vida de um escritor.

Assassinato no Expresso do Oriente, de Agatha Christie: quando contei para minha mãe que queria escrever um romance policial, ela me deu esse livro. Acho que por isso ele é tão especial, é um marco para mim.

Fabiano Mazzotti:
O Berço da Desigualdade, de Sebastião Salgado e Cristovam Buarque: acho que o Cristovam escreve textos que não são óbvios e é isso que torna essa obra tão interessante.

Amazonia, de Araquém Alcântara: tenho uma forte ligação com a Amazônia e penso que esse livro serve como uma autocrítica.

Leia também
Projeto itinerante "Voos da Alma" passa por escolas e pela  Feira do Livro de Caxias
Projeto Quinta Sinfônica fará releitura de "Os Saltimbancos", nesta quinta, em Caxias 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros