Vai aproveitar o feriadão para viajar? Saiba que países do Mercosul exigem seguro especial para transitar de carro - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Carta Verde14/09/2018 | 14h24Atualizada em 14/09/2018 | 14h24

Vai aproveitar o feriadão para viajar? Saiba que países do Mercosul exigem seguro especial para transitar de carro

É a chamada Carta Verde, um certificado obrigatório que seguro passou a ser exigido em 1994

Vai aproveitar o feriadão para viajar? Saiba que países do Mercosul exigem seguro especial para transitar de carro reprodução/reprodução
Foto: reprodução / reprodução

Se você planeja, neste próximo feriado de 20 de Setembro, viajar de carro entre os países do Mercosul — Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai — saiba que para isso é preciso apresentar, antes de cruzar a fronteira, um seguro veicular especial que cobre colisões e danos. É a chamada Carta Verde, um certificado obrigatório que seguro passou a ser exigido em 1994 para que os viajantes possam cobrir os gastos caso se envolvam em acidentes fora do país. De acordo com o guia Reginaldo Blodorn, proprietário da Guanaco Expediciones, da Argentina, o motorista é barrado se não tiver o documento.

— Ele é um acordo firmado entre os países e você não entra se não tiver. Dá para comprá-lo em agências credenciadas próximas à aduana, na cidade que faz fronteira ou antes de viajar — explica.

O seguro é válido por períodos de 15 dias a um ano e custa a partir de R$ 125. A Carta Verde cobre indenizações de até US$ 40 mil (R$ 164 mil) por pessoa em casos de danos corporais, morte, despesas hospitalares ou invalidez permanente e US$ 20 mil (R$ 82 mil) por terceiro envolvido.

Segundo o presidente da Confederação Nacional das Empresas de Seguros, Marcio Coriolano, a Carta Verde é um seguro à parte daquele que o motorista já tem contratado para o seu veículo:

— Ele cobre danos materiais e corporais a terceiras pessoas envolvidas em um acidente de carro, mas não substitui o seguro do veículo ou o seguro viagem.

A Carta Verde não cobre danos causados por motoristas sem habilitação válida e compatível com a categoria do veículo, embriaguez ou sob efeito de drogas e medicamentos que afetem a direção, e envolvidas com furtos e roubos.

Como fazer
A maneira mais fácil é procurar uma seguradora conveniada - a resolução 120/94 do Mercosul exige, ainda, que as empresas tenham convênios com empresas locais dos países. Os consulados dos países e agências bancárias também fornecem o serviço. Após o preenchimento dos dados da carta e pagamento, o motorista deve carregar o documento durante toda a viagem.

Leia também:
Saiba tudo sobre o preenchimento labial, procedimento que ajuda a conquistar lábios mais carnudos
Café inspira aquarelas de Antonio Giacomin em exposição na Casa Cor Rio de Janeiro
Confira a programação cultural da serra para este final de semana

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros