The Beatles no Acordeon planeja novos voos após Liverpool - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música04/09/2018 | 10h48Atualizada em 04/09/2018 | 10h52

The Beatles no Acordeon planeja novos voos após Liverpool

Entre setembro e outubro, quarteto da Serra já tem sete shows confirmados

The Beatles no Acordeon planeja novos voos após Liverpool Leandro Tutchenhagen/Divulgação
Participação no evento anual que celebra a mítica banda de rock animou os músicos Cassiano, Robledo, Diego e Diogo Foto: Leandro Tutchenhagen / Divulgação

Sete dias e 11 shows depois, a rapaziada do projeto The Beatles no Acordeon voltou ao Brasil revigorada pela participação na Beatle Week, evento anual que celebra a mítica banda de rock na cidade onde tudo começou, Liverpool, na Inglaterra. Mais do que pisar pelas mesmas ruas e conhecer as casas onde nasceram e cresceram John, Paul, Ringo e George, o quarteto formado pelo veranense Diego Dias (acordeon), os nova-pratenses Diogo Farina (violão) e Cassiano Farina (baixo), e pelo caxiense Robledo Rock (bateria), subiu ao mesmo palco onde soaram os primeiros acordes do Fab Four, no Cavern Club. 

– Vivemos histórias que certamente dariam um livro, mas sem dúvida uma das mais engraçadas foi quando estávamos bem tranquilos no camarim do Cavern, esperando a hora do show, quando nos demos conta de que aquele era o camarim onde o Paul McCartney havia estado não fazia nem um mês. Aí começamos a gritar loucamente – recorda Diego. 

Em meio a 70 atrações de diversos países, que se apresentaram não apenas no clube, mas também em outros palcos espalhados por toda a cidade, o baixista Cassiano conta que o projeto chamou a atenção por ter à frente um instrumento inusitado para uma banda roqueira, mas sem deixar de ter a mesma pegada. 

– A maioria das bandas prioriza ser uma cópia o mais fiel possível. Até por isso, já imaginávamos que, por ser instrumental e ter um acordeon, provocaríamos alguma reação diferente. Mas o que nos surpreendeu foi ver que pessoas do mundo inteiro passaram a seguir os nossos shows, indo a vários deles por onde passávamos. Por conta dessa reação do público, que também foi percebida pelos organizadores, estamos com uma expectativa muito grande de voltar no ano que vem – comenta o baixista.

De volta ao Brasil, é hora de colher os frutos. Entre setembro e outubro, já são sete datas confirmadas em seis cidades, duas delas na Serra: Farroupilha (próximo dia 22) e Bento Gonçalves (próximo dia 29). 

– Fomos para lá também pensando nisso. É lindo estar fazendo história na terra dos Beatles, mas o que buscamos mesmo é o reconhecimento da nossa terra, e parece que as pessoas estão se dando conta de que o que estamos fazendo é muito especial e ficará para sempre. 

Quem quiser saber todos os detalhes sobre a mini turnê dos rapazes em Liverpool terá a oportunidade, porém terá de esperar. Um documentário sobre a viagem está sendo preparado, porém ainda sem data de lançamento.

Antes de embarcar para Liverpool, o quarteto da Serra esteve na redação do Pioneiro, onde participou de uma Live no Facebook. Confira:

Diferentes
Além do The Beatles no Acordeon, havia apenas mais um projeto instrumental no Beatle Week, também brasileiro. O mineiro Renato Caetano levou um show de viola caipira para a Inglaterra.

Leia também
Revisitando Charlie Chaplin, festival exibe principais filmes do diretor no Taru, em Caxias
3por4: Guadalupe Rausch ministra oficina sobre consciência corporal, no dia 15, em Caxias
Agenda: Whindersson Nunes se apresenta em Bento, no sábado
Pinhão é a estrela de menu criado pelo chef Rodrigo Bellora, em Garibaldi

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros