Paulo Ribeiro lança novo romance nesta sexta, em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Literatura11/09/2018 | 08h00Atualizada em 11/09/2018 | 08h00

Paulo Ribeiro lança novo romance nesta sexta, em Caxias

Com linguagem expressiva e diálogos intensos, "Olhos Castrados" narra as dualidades de Oaio do Sul, pequena cidade fictícia ocupada por imigrantes norte-americanos

Paulo Ribeiro lança novo romance nesta sexta, em Caxias Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

Iberê Camargo, Arthur Schopenhauer e Glauber Rocha. Um artista plástico, um filósofo e um cineasta. Em comum, a dualidade como característica marcante de suas obras, além de serem fontes de inspiração permanente do escritor bom-jesuense Paulo Ribeiro, que lança o 25º livro da carreira nesta sexta, na Do Arco da Velha Livraria & Café, em Caxias do Sul. Olhos Castrados traz como protagonista Bento Gioacchino, um jovem artista que, por meio de grandes pranchas de araucária pintadas a óleo, traduz memórias e figuras emblemáticas de Oaio do Sul, pequena cidade fictícia ocupada por imigrantes do estado norte-americano de Ohio.

— Aí começa o choque de culturas, a dicotomia, porque os nativos não aceitam a chegada dos yankees e os americanos não aceitam a cultura dos nativos. De um lado, esses imigrantes trazem toda uma bagagem de racionalidade e encontram, do outro lado, uma cidade quase aborígene, sem água encanada e até com onças entrando nas casas. Nesse encontro nós temos a dicotomia e também um fundo filosófico — reflete o autor ao explicar o mote do novo livro.

A dualidade de Olhos Castrados, porém, não reside apenas na imigração norte-americana e no turbulento encontro com os nativos. Também não se mostra somente na relação de distância e proximidade entre a pequena Oaio do Sul e a industrializada Eberlândia, tampouco no romance avassalador entre Bento Gioacchino e a fotógrafa Brigitte Bardot. O enredo da obra também é uma questão de organização narrativa e estilo literário. No nome dos capítulos, por exemplo, há sempre a palavra “óleo”, uma referência criativa ao ofício do protagonista do romance. O texto, por sua vez, carrega uma linguagem expressiva , repleta de diálogos intensos e descrições quase viscerais.

— A dualidade é também vista no estilo. Se você escreveu um texto “porrada”, a narrativa tem que ser “porrada” também. E a leitura também tem que mostrar os dentes: o pintor não era violento na hora de pincelar suas telas? Então isso tem que transparecer no texto — justifica o escritor.

Publicado pela Kotter Editorial, de Curitiba, o livro conta com apresentação do filósofo Jayme Paviani, contracapa do músico e escritor Vitor Ramil e arte de capa assinada por Bárbara Takaka. Olhos Castrados é o terceiro lançamento de Ribeiro neste ano. Em março, o autor publicou Um Cara Coçava as Costas da Minha Mãe no Baile (também pela Kotter) e, na semana passada, brindou os leitores com o lançamento surpresa do e-book O papa era um Rolling Stones.

E Ribeiro adianta: o próximo livro a abordar o complexo universo de Oaio do Sul já está pronto e deve ser publicado ano que vem. No entanto, ainda sem data definida.

PROGRAME-SE
O quê:
lançamento do livro Olhos Castrados, de Paulo Ribeiro.
Quando: sexta, às 17h30min.
Onde: Do Arco da Velha Livraria & Café (Rua Dr. Montaury, 1570), em Caxias.
Quanto: o livro estará à venda por R$ 20.
Informações: pelo telefone (54) 3028-1844.

Na praça
Paulo Ribeiro autografa o novo livro na Feira do Livro de Caxias  do Sul no  dia 29. 

Leia também:
Oficina Desenhança propõe experiência que alia desenho e dança no próximo sábado, em Caxias do Sul
Agenda: mostra "Armadilhas do Imaginário II", de Beatriz Dagnese, segue exposta até o dia 29
Caxias do Sul chama atenção pela produção de peças de design exclusivas e também por exportar talentos

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros