Frei Jaime: diferentes olhares - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião08/09/2018 | 15h13Atualizada em 08/09/2018 | 15h13

Frei Jaime: diferentes olhares

Os diversos momentos da vida possibilitam diferentes óticas

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando aos poucos... o sábado está com jeito de feriadão... é bom diminuir o ritmo, pensar outras coisas, ocupar-se com a leveza da vida... Que este sábado seja mais do que especial, pela convivência e pela empolgação! Vamos lá! 

"Você nunca está no lugar errado. Às vezes você está no lugar certo, olhando as coisas do jeito errado."

Os diversos momentos da vida possibilitam diferentes óticas. Não há dúvida de que a vida precisa ser pensada e, não poucas vezes, repensada. Em alguns períodos o foco é a exterioridade, já em outros a reflexão chega e convida à introspecção. Ninguém consegue total controle dos acontecimentos, quanto muito é possível a prevenção. Mesmo assim, alguns episódios são inevitáveis. Quem é capaz de verdadeiras retrospectivas, consegue dar-se conta do quanto exigente é a tarefa da reconstrução. Mas é necessário seguir em frente, de preferência sem lamentações. 

Tudo seria diferente se houvesse abertura para o aprendizado, pois a vida é mestra e os fatos ocorridos são verdadeiras lições. O olhar é majestoso e imprescindível: dependendo do ângulo, a vida pode ser uma maravilha ou um caos. Nem sempre a questão é o local onde a pessoa se encontra. O determinante é o olhar direcionado aos cenários e acontecimentos. Não são poucas as pessoas que estão no lugar certo, mas enxergando de uma forma errada. Sem esquecer que a grande maioria carrega consigo uma quantidade exagerada de pessimismo. Um coração repleto de negativismo dificilmente será capaz de encantar-se com os pequenos detalhes. 

A vida é feita de pequenas alegrias que, quando somadas, permitem o transbordar da felicidade. O ponto de partida parece estar relacionado com a postura diante dos fatos e das perspectivas. Estar com os pés firmes no chão ajuda muito para compreender que determinadas coisas se sucedem de uma maneira diferente da imaginada ou pensada. Ainda bem que, no final de tudo, é possível refazer-se, sacudir a poeira das sandálias e colocar-se novamente a caminho. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!         

Leia também
Hobby que virou profissão: conheça a trajetória do chef Leo Young
Maneire na pinça: a tendência agora são sobrancelhas mais grossas
Produtor e estilista assinam editorial que aborda as mudanças ocorridas no cenário fashion
Nhoque feito em Forqueta tem tempero de saudade 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros