De 0 a 100 km em 3 segundos: a experiência em um carro super esportivo - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Velocidade31/08/2018 | 15h58Atualizada em 31/08/2018 | 16h07

De 0 a 100 km em 3 segundos: a experiência em um carro super esportivo

Testamos dois modelos da Audi e contamos por que são máquinas dos sonhos

De 0 a 100 km em 3 segundos: a experiência em um carro super esportivo Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Essa reportagem não é apenas para falar das qualidades incríveis que um carro esportivo tem. A ideia aqui é contar qual é a sensação de alguém que faz da experiência de dirigir uma atividade de prazer e lazer e que não é acostumado com este tipo de máquina. A convite da Audi, que promove um evento de test drive neste final de semana em Caxias, dirigimos carros potentes e luxuosos e contamos mais dessa experiência.

Para o teste, foram colocados à disposição os modelos TT RS e o RS6 Avant performance. Os dois apresentam características distintas, mas com uma semelhança que apavora logo nas primeiras pisadas no acelerador: a alta velocidade atingida em poucos segundos. Para quem não é acostumado com esse estilo de carro, a potência dos modelos chega a assustar.

O primeiro (ótimo) impacto vem logo ao sentar em um dos bancos do automóvel. A acomodação aconchegante dos carros testados é bem diferente do padrão da maioria dos veículos populares. O que também impressiona já nos primeiros olhares é a quantidade de botões espalhados por todos os lados — inclusive na parte superior, como no teto solar do RS6.

Ao volante, durante a experiência dentro da cidade, eram óbvios os olhares das pessoas para as máquinas. Afinal, para alguns, eram sonhos de consumo passando tão próximo. Ter um carro desse tipo não é para qualquer um e algumas marcas criam expectativas nos consumidores.

Leia também
Duas das seis noites do Festival do Moscatel de Farroupilha estão com ingressos esgotados

E também pudera: além de toda a beleza externa, estilo e modernidade, esses carros ainda têm potência. E muita. A sensação de ver o carro sair da inércia e chegar aos 100 Km/h em pouco mais de três segundos é complexa. O primeiro sentimento vem logo na hora em que o motorista é “colado” no banco com o arranque dos motores V8 e V10. A estabilidade que um modelo esportivo proporciona para quem dirige difere muito daquela oferecida pelos carros populares. Estar no chão e perceber a mudança no velocímetro, tão rápido e sem sentir qualquer desequilíbrio do veículo, faz o momento ainda mais marcante.

Acostumado a ver esse sonho se transformar em realidade para algumas pessoas, o analista de marketing da representante da Audi, Marlon Silva, admite que ter um modelo super esportivo assusta muita gente antes da primeira volta:

 — Às vezes o cliente acaba pensando em não adquirir um carro super esportivo por medo de utilizá-lo na cidade. Também pensa que vai encontrar dificuldades para usar tudo que o carro tem. Mas quando ele tem a chance de dirigir numa via normal, percebe que pode ter um carro extremamente potente e tecnológico. Carro esportivo é outra definição.

Leia também
Saiba quais são as principais atrações do MSC Seaview, o maior navio a navegar em águas brasileiras

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros