3por4: Saiba como foi o lançamento de "Ansiedade na Cidade", dos caxienses da Catavento - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música10/08/2018 | 16h22Atualizada em 10/08/2018 | 16h22

3por4: Saiba como foi o lançamento de "Ansiedade na Cidade", dos caxienses da Catavento

Show foi realizado na noite desta quinta

3por4: Saiba como foi o lançamento de "Ansiedade na Cidade", dos caxienses da Catavento Siliane Vieira/Agencia RBS
Apresentação foi no Teatro do Sesc Foto: Siliane Vieira / Agencia RBS

A Catavento abriu-se a novos ventos no show de lançamento do disco Ansiedade na Cidade, realizado na noite da última quinta, em Caxias. Se o início da banda — com o disco Lost Youth Against The Rush (2014) — remetia à sujeira do grunge e do noise rock, agora os guris se entregam de vez à veia psicodélica com a qual sempre tiveram boa relação. Mas não só isso. Ao vivo, o som abre espaço para ainda mais sonoridades do que a audição do disco sugere. Tem jazz, tem soul, tem rock e tem pitadas generosas de tropicalismos e brasilidades. A presença do tecladista Johnny Boaventura se torna imprescindível nesse sentido. Além de ser um grande pesquisador de música brasileira, as construções assinadas por ele no teclado são as responsáveis por conduzir a harmonia dos arranjos da maior parte das canções. Jonhny também se sai muito bem nos vocais da deliciosa canção Groove Geral. 

Leia mais:
Terceiro álbum da Catavento, "Ansiedade na Cidade" tem show de lançamento nesta quinta-feira, em Caxias do Sul

Outro acerto da banda foi ter incluído Jonas Bustince oficialmente na formação. Posicionado ao lado da bateria, ele roubou as cenas várias vezes com danças animadas (foi o único que se mexeu o suficiente para sentir calor na noite congelante da quinta) conduzindo elementos percussivos e vários detalhes de barulhinhos escondidos nas músicas. 

Selecionado pelo edital Natural Musical, Ansiedade na Cidade conversa com uma onda contemporânea de psicodelia brasileira, herdeira dos gurus d'Os Mutantes e hoje protagonizada por bandas como Boogarins e O Terno. Nesse clima, os caxienses vão testando caminhos próprios, ora evocando certo caos que o nome do terceiro disco sugere, ora oferecendo uma brisa calma que soa como um antídoto a ele.   

Leia também:
3por4: longa "Fahrenheit 451", de François Truffaut, é exibido sábado no Canela Cine Club
3por4: exposição "Portas pelo Mundo", com fotografias assinadas por Fabio Grison, abre nesta sexta em Caxias
3por4: Alouca Café realiza  "Noite do Tarot" nesta sexta-feira 
A partir das memórias da mãe, Maurilia Darolt recriou a receita dos famosos "Canudinhos de Galópolis"

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros