3por4: Conselho Municipal de Política Cultural lê manifesto na Câmara de Vereadores, em Caxias  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Polêmica30/08/2018 | 09h44Atualizada em 30/08/2018 | 09h44

3por4: Conselho Municipal de Política Cultural lê manifesto na Câmara de Vereadores, em Caxias 

A presidente da entidade, Cecília Pozza, detalhou caminhos percorridos pelo grupo na luta pelos direitos à uma cultura plural

A Câmara de Vereadores, que tem sido um dos espaços de articulação do Conselho Municipal de Política Cultural de Caxias do Sul (CMPC) em períodos de polêmicas e cortes de verbas públicas, foi palco ontem para a leitura de um manifesto pela cultura. O documento, escrito a várias mãos, foi lido pela presidente do conselho, Cecília Pozza, e detalhou caminhos percorridos pelo grupo na luta pelos direitos da comunidade caxiense à uma cultura plural. Foram citadas polêmicas recentes envolvendo o Financiarte, por exemplo (cujo edital 2018 ainda não foi disponibilizado e, daqui para frente, não tem mais obrigatoriedade de verba mínima ligada a receita proveniente de impostos). 

Abaixo, um trecho do texto do documento:

“A sociedade caxiense – e a comunidade da rede da produção artística – têm acompanhado cenas, nunca antes presenciadas em nossa querida Caxias a partir deste novo ambiente de gestão. Os fatos falam por si! Direitos históricos, conquistados coletivamente, vêm sendo usurpados, vilipendiados à portas fechadas”.

Leia também:

 Leia também:
62 escritores nacionais e internacionais participarão da 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul Longa britânico "A Festa", dirigido e escrito por Sally Potter, estreia nesta quinta em Caxias 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros