No Dia Mundial do Chocolate, faça a escolha certa e coma sem culpa - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Qual é o melhor?06/07/2018 | 15h33

No Dia Mundial do Chocolate, faça a escolha certa e coma sem culpa

Nutricionista Keli Vicenzi indica as diferenças entre cada tipo do doce fabricado a partir do cacau

No Dia Mundial do Chocolate, faça a escolha certa e coma sem culpa Artur Moser / Agencia RBS/Agencia RBS
Foto: Artur Moser / Agencia RBS / Agencia RBS

Admita: é praticamente impossível resistir a chocolate. Mas se não dá para ficar sem aquela trufa, barra ou bombom, que tal escolher um que traga benefícios à saúde? No Dia Mundial do Chocolate, comemorado neste sábado (07), a nutricionista Keli Vicenzi indica as diferenças entre cada tipo do doce fabricado a partir do cacau e mostra que é possível, sim, comer sem culpa.

– Do processamento das sementes do cacau resultam dois ingredientes: a manteiga de cacau, a gordura das sementes, e a massa de cacau, o resíduo final do cacau. É na massa que estão presentes as propriedades benéficas  – explica a profissional. 

Segundo ela, os melhores chocolates para a saúde apresentam a massa de cacau como o primeiro ou o segundo ingrediente da lista. Se, além da massa de cacau, o alimento apresentar também cacau em pó, ele terá uma melhor qualidade nutricional.  

– Mas se o produto final é principalmente a gordura, sendo do tipo saturada, por que dizem que o cacau é bom? A resposta é simples: porque ele possui outros nutrientes e compostos que são protetores da saúde, os antioxidantes – completa Keli. 

Veja a seguir as principais características de cada tipo e acerte na escolha.

Analise a tabela nutricional

* Avaliar somente a quantidade de calorias não é um bom parâmetro. Isso porque todos os chocolates apresentam valores calóricos semelhantes. O chocolate diet, por exemplo, apesar de menos calórico, perde em qualidade nutricional. Mesmo com quantidades semelhantes de calorias, a quantidade de carboidratos do chocolate 70% e 80% é muito menor do que dos demais. Isso ocorre porque são chocolates com nada ou pouco açúcar adicionado. Além disso, são os que apresentam maior quantidade de proteínas, gorduras e fibras. 

* Quanto mais puro for o chocolate, maior quantidade de gordura saturada ele vai conter. Além disso, a quantidade de fibras dos chocolates com 70% e 80% de cacau regula a absorção do açúcar pelo organismo. Por isso, apresentam menos impacto nas alterações de glicose causadas por este alimento. 

Entenda as diferenças

- Amargo: contém massa de cacau entre 50% e 100%, além de manteiga de cacau e açúcar. Quanto maior o teor de cacau, mais amargo, menos manteiga de cacau e menos açúcar ele terá. Com 70%, a massa de cacau passa a ser o principal ingrediente, e o cacau em pó já entra na lista de ingredientes. Os chocolates contendo 85% de cacau apresentam os dois melhores ingredientes (massa de cacau e cacau em pó) nas duas primeiras posições.

- Meio amargo: possui uma concentração de cacau que varia de 40% a 50% e, desta forma, não confere os benefícios do cacau. Possui manteiga de cacau e maior quantidade de açúcar. 

- Ao leite: contém os mesmos ingredientes que o chocolate amargo, mas leva menos massa de cacau, mais manteiga e mais açúcar. Ele ainda é feito com leite em pó para chegar à cor marrom clara, à textura cremosa e ao sabor adocicado, além de maior concentração de açúcar e gordura, responsáveis pela cremosidade. 

Chocolate brancoFoto: Divulgação

- Branco: não contém massa de cacau e, sim, uma mistura de açúcar e manteiga de cacau com leite e soro de leite. Segundo a nutricionista Keli Vicenzi, não proporciona nenhum benefício para a saúde. Pelo contrário, fornece elevada quantidade de açúcar refinado, gorduras saturadas, muitas calorias e nenhum bom nutriente. 

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 01/10/2014: Barras deste chocolate no estúdio. Matéria sobre chocolate de alfarroba. (Omar Freitas/Agência RBS)Indexador: Omar Freitas
Chocolate de alfarrobaFoto: Omar Freitas / Agencia RBS

- Alfarroba: por possuir características similares ao cacau, passou a ser utilizada como uma alternativa aos intolerantes ao fruto. Ela é uma leguminosa da família do feijão e não contém alergênicos, como glúten. É rica em fibras e fonte de vitamina A. Além disso, é um alimento rico em vitaminas B1 e B2, responsáveis por melhorar o funcionamento do sistema nervoso, dos músculos, do coração e do raciocínio.

Diet 

É indicado para diabéticos, por não possuir açúcar na sua composição. Entretanto, possui maior teor de gordura e, consequen-temente, mais calorias do que o chocolate normal.  

Entenda os ingredientes

Foto: Artur Moser / Agência RBS

* Procure aqueles que tenham como primeiro ingrediente a massa de cacau, isso porque a lista de ingredientes sempre está em ordem decrescente de quantidade. Melhor ainda se em segundo lugar vier a manteiga de cacau ou o cacau.

* Evite aqueles que contenham gordura vegetal adicional, um ingrediente que confere boa textura, mas que não é nem um pouco saudável. 

* Os ingredientes sempre aparecem em ordem decrescente: no rótulo, o primeiro está em maior quantidade do que o segundo, o segundo em maior quantidade do que o terceiro e assim por diante.

* Os chocolates mais saudáveis são os amargos, e não contêm adição de açúcar. O ideal é que o percentual de cacau fique em torno de 80 ou 90%, sendo o mínimo indicado 70%. 

* Existem algumas marcas sem açúcar que adicionam adoçantes naturais, como stévia e xilitol, e ainda os que usam açúcar de coco. Esses componentes não apresentam riscos para a saúde e podem ser uma boa opção para quem está cuidando da saúde e também do peso. 

* Uma quantidade que não causa malefícios para a maioria das pessoas é de 25 a 30g de chocolate por dia. Mas evite consumir diariamente: uma frequência de 2 a 3 vezes por semana já traz benefícios e também permite o prazer de comer.

Leia também
Grande oferta de cursos de alimentação vegana revela a popularidade desse estilo de vida
Nivaldo Pereira: o futuro do passado
Pedro Guerra: talvez é só mais umas das mentiras que nos contaram

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros