Frei Jaime: a oração e a ação - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião29/07/2018 | 05h00Atualizada em 29/07/2018 | 05h00

Frei Jaime: a oração e a ação

A experiência espiritual supõe um encontro com a oração

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Bom Dia! Acordando aos poucos... sentindo uma profunda paz... agradecendo ao Criador por nos proporcionar esse domingo, o último do mês de julho! Que a fé ilumine os momentos e os encontros desse dia! Amém! 

"Dez minutos orando são melhores do que um ano murmurando." (C. H. Spurgeon). 

A experiência espiritual supõe um encontro com a oração. A fé não se sustenta sem oração e ação. Uma prece tem um valor incrível e uma força extraordinária. As pessoas que rezam são mais calmas, transbordam bondade, são pacientes, carregam consigo uma boa dose de esperança. Rezar somente numa necessidade, nem sempre significa uma manifestação de fé. O tempo dedicado à oração é até relativo. O que conta mesmo é como a pessoa reza. 

A verdadeira oração brota da certeza de que Jesus é o Senhor e se manifesta na continuação do seu grandioso amor. A oração diária deveria fazer parte do programa pessoal de vida. Assim como o alimento material sustenta as necessidades do corpo humano, a oração satisfaz a dimensão espiritual. É possível viver sem rezar. Porém, dificilmente alguém será plenamente feliz sem cultivar a fé. 

Não são poucos os que passam um ano murmurando, mas não reservam 10 minutos para a oração. A vida é feita de escolhas. Ninguém é obrigado a nada. Mas as consequências devem, no entanto, serem assumidas. O mais fácil é murmurar. Porém, o retorno é inexistente. Quem reza e espera, cedo ou tarde alcança. Num determinado momento da vida, depois de muita persistência na oração, os momentos de espiritualidade deixam de ser uma obrigação para proporcionar uma enorme satisfação. A fé eleva, enobrece, sustenta e alegra a vida. Feliz de quem não fica sem rezar diariamente e caminha segurando firme na mão de Deus. 

Bênçãos! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraços!       

Leia também
3por4: Festival de Gramado 2018 terá edição mais inclusiva da história
3por4: Fotógrafa Liliane Giordano lança linha de roupas em Caxias
Oficina, em Caxias, debaterá presença de personagens LGBT+ em livros

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros