Festival de Gramado entregará Oscarito ao ator Edson Celulari e Kikito de Cristal para Natalia Oreiro  - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Cinema 25/07/2018 | 18h48Atualizada em 25/07/2018 | 18h48

Festival de Gramado entregará Oscarito ao ator Edson Celulari e Kikito de Cristal para Natalia Oreiro 

Anúncios foram feitos nesta quarta-feira 

Festival de Gramado entregará Oscarito ao ator Edson Celulari e Kikito de Cristal para Natalia Oreiro  Raquel Cunha/TV Globo/Divulgação
Foto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

 Edson Celulari  é estrela conhecida por sua extensa trajetória na tevê brasileira inclusive, está no elenco da próxima novela do horário das 19h, O Tempo Não Para e terá sua história cinematográfica celebrada em Gramado. O ator receberá o Oscarito durante a 46ª edição do Festival de Cinema. Com 40 anos de carreira, ele vai se igualar a grandes nomes do cinema brasileiro que já receberam a condecoração, como Dira Paes (em 2017) e Sônia Braga (2016). 

A presença de Celulari nas telonas mais recente está no longa Teu Mundo Não Cabe Nos Meus Olhos, dirigido pelo cineasta gaúcho Paulo Nascimento. Também foi com Paulo Nascimento que o ator fez Diário de Um Novo Mundo, baseado no romance de Antônio Assis Brasil e exibido no Festival de Cinema de Gramado em 2005.  

Já o Kikito de Cristal, troféu que celebra expoentes do audiovisual latino-americano, será entregue a uruguaia Natalia Oreiro. Assim como Celulari no Brasil, ela é estrela da TV uruguaia. No cinema, é conhecida pela cinebiografia Gilda, no me arrepiento de este amor, sobre a cantora e compositora argentina Gilda, que lhe rendeu o prêmio de melhor atriz pelo voto popular no Prêmio Platino em 2017.

No início do mês, o Festival de Cinema de Gramado, que ocorre entre os dias 17 e 25 de agosto, divulgou que o ator Ney Latorraca será o homenageado deste ano com o Troféu Cidade de Gramado. Além de ter imortalizado diversos personagens na televisão, Latorraca contabiliza 23 longas no currículo. Entre suas incursões pela telona estão Anchieta, José do Brasil (1976), Ópera do Malandro (1985), Carlota Joaquina - Princesa do Brazil (1995), entre outros. Outra condecoração que será entregue durante o festival será para o animador carioca Carlos Saldanha, que ficou conhecido por sua participação em séries de sucesso como A Era do Gelo e Rio. Ele receberá o Troféu Eduardo Abelin, que destaca a trajetória e a contribuição de diretores brasileiros.

Leia também:
CPM 22 transporta Caxias ao rock dos anos 2000 em show que apresenta sexta, no Shiva
3por4: Fresta Editorial é novidade literária em Caxias e programa lançamentos para agosto

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros