Evandro Teixeira é a grande atração da 30ª Bienal de Arte Fotográfica em Caxias - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Para ficar na história12/07/2018 | 08h30Atualizada em 12/07/2018 | 08h31

Evandro Teixeira é a grande atração da 30ª Bienal de Arte Fotográfica em Caxias

Ciclo de palestras tem início nesta quinta-feira no Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG)

Evandro Teixeira é a grande atração da 30ª Bienal de Arte Fotográfica em Caxias André Arruda/divulgação
Evandro Teixeira cobriu importantes momentos da história do país Foto: André Arruda / divulgação

Aclamado como um dos principais nomes do fotojornalismo brasileiro nas últimas décadas, o baiano Evandro Teixeira é a grande atração da programação de abertura da 30ª Bienal Brasil de Arte Fotográfica em Preto e Branco, nesta quinta, em Caxias do Sul. Repórter fotográfico do Jornal do Brasil de 1963 a 2010, cobriu importantes momentos da história do país, como a chegada do general Castello Branco ao Forte de Copacabana durante o golpe militar de 1964 e os conflitos da polícia com estudantes no Rio de Janeiro em 1968. E é sobre esses trabalhos que ele contará detalhes na palestra A Fotografia no Contexto da História, a partir das 19h40min, no Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG).

— Vivi em uma outra época.A gente conseguia derrubar muita coisa. Era muito diferente, mas o desafio continua. A fotografia jamais perdeu a sua força. Claro que hoje, diante dessas tecnologias tão modernas, tão avançadas,como por exemplo,a internet e os telefones celulares, vivemos um outro momento, mas a imprensa continua tendo seu poder — salienta, aos 82 anos. 

ARQUIVO JBASSUNTO :  REVOLUÇÃO DE 1964 - TOMADA DO FORTE DE COPACABANAFOTO DE EVANDRO TEIXEIRA - DEVOLVER AO RESPONSAVEL DATA : 01.04.1964EDITORIA  : ARQ/ARTE SCAN: 21.05.99 - SUB - PAPEL
Chegada do general Castello Branco ao Forte de Copacabana, durante o golpe militar de 1964, registrado por TeixeiraFoto: Evandro Teixeira / Arquivo JB,divulgação

Em 1973, suas lentes testemunharam a queda do governo Salvador Allende,no Chile, após o golpe de Augusto Pinochet. Em setembro daquele ano, foi o único fotojornalista do mundo a ver o cadáver do poeta Pablo Neruda no hospital Santa Maria. Seu registro entrou para a história. 

— Dos mais de mil jornalistas, só eu tive esse privilégio, e a tristeza, de estar diante de um mito morto pela ditadura do Pinochet — lembra. 

Em Caxias do Sul, Teixeira também falará sobre registros proibidos pela censura e a série que fez na região de Canudos, na Bahia, às vésperas do centenário da revolta de Antônio Conselheiro. As imagens estão no livro Canudos - 100 Anos,lançado em 1997. 

— Vivi quatro anos em Canudos na década de 1990 pra contar a historia da Guerra de Canudos (1896-1897). Uma história vivenciada pela minha avó. Ela pôde passar para mim o que vivenciou e aprendi muito escutando ela falar sobre Conselheiro — orgulha-se ao falar da avó Maria. 

Quase sempre em preto e branco, as fotografias de Evandro Teixeira revelam seu olhar singular e carregado de poesia. Antes de Teixeira, às 19h, quem sobe ao palco é o italiano Emídio Luisi. Radicado no Brasil há muitos anos, ele falará sobre as fotografias capturadas em suas visitas à terra natal e que se transformaram o livro Itália Mia!. Encerrando o ciclo de palestras, Valdemir Cunha abordará a produção de livros fotográficos 

PROGRAME-SE

O quê: 30ª Bienal de Arte Fotográfica em Preto e Branco. Ciclo de palestras 

Quando: nesta quinta, com palestras de Emídio Luisi (19h), Evandro Teixeira (19h40min) e Valdemir Cunha (20h20min). 

Onde: Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG, sala 235 do Bloco C (Rua Os Dezoito do Forte, 2.366, bairro São Pelegrino, Caxias do Sul).

Julgamento das fotos

As fotos serão avaliadas pelos jurados sexta e sábado, na sala 232 do Bloco C. Na sexta, a atividade é aberta ao público em geral, a partir das 9h.

Passeios fotográficos 

Sábado, às 14h30min, pelo interior (Galópolis, Quarta Légua e Estrada do Imigrante). 

Domingo, às 9h, por pontos turísticos de Caxias do Sul

Inscrições: todas as atividades são gratuitas, mas é preciso inscrever-se antecipadamente no site www.sympla.com.br/bienalcaxias

Leia também
Espetáculo neste domingo irá celebrar os 50 anos do Coro da UCS, em Caxias do Sul
Entenda como funcionam as perguntas interativas nos stories do Instagram
Coletânea "Misterioso Sul" traz lendas reescritas em poemas
3por4: Veja o novo clipe do grupo Os Colonos Zo Scarpon

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros