Quarteto caxiense Yangos embarca nesta quarta-feira para shows na Rússia e em portugal - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

 

Música25/06/2018 | 10h33Atualizada em 25/06/2018 | 10h43

Quarteto caxiense Yangos embarca nesta quarta-feira para shows na Rússia e em portugal

Além da participação na Brasil Experience, em Moscou, banda fará apresentações em Braga e Lisboa

Quarteto caxiense Yangos embarca nesta quarta-feira para shows na Rússia e em portugal Paulo Pretz/Divulgação
Cristiano Klein, Tomás Savaris, César Casara e Rafael Scopel formam a Yangos Foto: Paulo Pretz / Divulgação

A Copa do Mundo da Rússia já esquentou e é nesse clima que os caxienses da Yangos preparam malas e cuias para embarcar nesta quarta-feira rumo à Europa, onde serão um das atrações da Brasil Experience, programação que leva música e gastronomia brasileira à capital do país do Mundial. Embora o início das atividades tenha sido turbulento, com o cancelamento do show que marcaria a abertura da programação, de Gilberto Gil, a apresentação do quarteto está confirmada para o dia 7 de julho. 

Chamada de Casa Brasil, a sede que receberá a Yangos e artistas como Mart’Nália, Emicida e Hermeto Pascoal, é o pavilhão de uma antiga cervejaria chamada Summer Garden, próxima ao Rio Moscou e a cerca de um quilômetro da Praça Vermelha. O local pode abrigar 1,5 mil pessoas e terá cerca de 30 TVs para exibir os jogos, além de um bar inspirado nos botecos cariocas. A Yangos irá tocar por 1h30min, no intervalo entre duas partidas das quartas de final.

– Estamos preparando um show que transmita o Sul de uma maneira bem brasileira, não só sulista. Com bastante elementos de percussão, dando alguma palhinha de forrós e baiões bem conhecidos no meio de algumas músicas. É uma casa feita para receber tanto os brasileiros quanto os turistas que queiram conhecer a nossa cultura. Nosso mote principal é levar o melhor da nossa cultura e da nossa gente para o resto do mundo conhecer – comenta o acordeonista, Rafael Scopel. 

Para o tecladista, César Casara, a participação em um dos maiores eventos esportivos do mundo conclui um ciclo vitorioso na trajetória da banda, abrindo espaço para novas empreitadas.

– De um plano de ações para a banda que elaboramos em 2015, só faltava a ida a Europa. E essa oportunidade veio não de qualquer forma, mas com um convite maravilhoso para tocar na Copa do Mundo. Em 2014, no Brasil, já estávamos trabalhando muito e não conseguimos nada. Agora vieram do outro lado do mundo nos chamar para tocar. É uma felicidade imensa. Desde que os jogos começaram que eu não consigo pensar ou assistir outra coisa. Sou 100% Copa! – vibra Casara. 

Antes de chegar a Moscou, a banda irá fazer dois shows em Portugal, um sonho antigo, que se tornou viável após o convite para participar da Copa do Mundo. As apresentações irão ocorrer em teatros de Braga, no dia 30 deste mês, e de Lisboa, em 1º de julho. Na Rússia, onde os músicos chegarão no dia 4, irão participar de outros espetáculos previstos pela Embaixada Brasileira, porém sem locais confirmados ainda.

Após a turnê pela Europa, a Yangos já terá compromisso em sua volta para casa. O grupo se apresenta na 2ª Coxilha da Música Instrumental Nativista, que ocorre entre 25 e 28 de julho, em Cruz Alta (RS).

Leia também

Confira a previsão do horóscopo de cada signo para esta segunda-feira
3por4: Banda Marenna lança clipe gravado ao vivo
Nivaldo Pereira: na casa canceriana
De Manta e Cuia: como as baixas temperaturas influenciam no modo como vivemos 

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros